2

Quando a morte dá a última palavra







Os céus em trevas...
A dor lancinante como companhia.
Alma em profunda angústia.
Desolação, medo, perplexidade: Sob o olhar humano, o império do mal vencia de forma estrangulante.
Todos os demônios à forra! 
Zombaria, maldição, opressão. O domínio de principados e potestades subjugando o Salvador-homem.

Não bastavam as dores, a coroa de espinhos, os açoites, o peso da cruz... haviam ainda os cuspes na cara, a zombaria, o cinismo, os céus de bronze, o peso da culpa, do castigo, do escrito de dívida... tudo isso pousava sobre Ele.

Que terrível sexta-feira!

Um sábado com gosto de morte: "Morreu nosso Senhor". 
Junto com Ele naquela cruz, morreu a esperança, a vida, o fôlego, o motivo, a razão, a alegria. Nada mais fazia sentido. Foi como perder o chão, a estrutura. "Tudo foi só por um tempo, tudo foi só um sonho, a fantasia acabou."

Aqueles que creram Nele estavam em silêncio. Dizer o quê? Como puderam ser tão inocentes a ponto de acreditar num discurso platônico de um Nazareno de olhar profundo?

Que sábado vazio!

...

Para terminar, quero abrir um dos cenários do domingo... leia você mesmo e beba dessa palavra: 



"Naquele mesmo dia, dois deles estavam indo para um povoado 
chamado Emaús, a onze quilômetros de Jerusalém.
No caminho, conversavam a respeito de tudo o que havia acontecido.

Enquanto conversavam e discutiam,
 o próprio Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles;
mas os olhos deles foram impedidos de reconhecê-lo.

Ele lhes perguntou: "Sobre o que vocês estão discutindo enquanto caminham? " Eles pararam, com os rostos entristecidos.

Um deles, chamado Cleopas, perguntou-lhe: "Você é o único visitante em Jerusalém que não sabe das coisas que ali aconteceram nestes dias? "
"Que coisas? ", perguntou ele. "O que aconteceu com Jesus de Nazaré", responderam eles. 
"Ele era um profeta, poderoso em palavras e em obras diante de Deus e de todo o povo.
Os chefes dos sacerdotes e as nossas autoridades o entregaram para ser condenado à morte, e o crucificaram;
e nós esperávamos que era ele que ia trazer a redenção a Israel.
 E hoje é o terceiro dia desde que tudo isso aconteceu.
Algumas das mulheres entre nós nos deram um susto hoje.
 Foram de manhã bem cedo ao sepulcro
e não acharam o corpo dele.
 Voltaram e nos contaram que tinham tido uma visão de anjos,
 que disseram que ele está vivo.
Alguns dos nossos companheiros foram ao sepulcro e 
encontraram tudo exatamente como as mulheres tinham dito,
 mas não o viram".
Ele lhes disse: "Como vocês custam a entender e como demoram a crer em tudo o que os profetas falaram!
Não devia o Cristo sofrer estas coisas, para entrar na sua glória? "
E começando por Moisés e todos os profetas,
 explicou-lhes o que constava a respeito dele em todas as Escrituras.
Ao se aproximarem do povoado para o qual estavam indo,
 Jesus fez como quem ia mais adiante.
Mas eles insistiram muito com ele:

 "Fique conosco, pois a noite já vem; o dia já está quase findando".
 Então, ele entrou para ficar com eles.

Quando estava à mesa com eles, tomou o pão, deu graças,
 partiu-o e o deu a eles.
Então os olhos deles foram abertos e o reconheceram,
 e ele desapareceu da vista deles.
Perguntaram-se um ao outro: "Não estavam ardendo os nossos corações dentro de nós, enquanto ele nos falava no caminho
 e nos expunha as Escrituras? "
Levantaram-se e voltaram imediatamente para Jesuralém.
 Ali encontraram os Onze e os que estavam com eles reunidos,
que diziam: "É verdade! O Senhor ressuscitou e apareceu a Simão! "
Então os dois contaram o que tinha acontecido no caminho, 
e como Jesus fora reconhecido por eles quando partia o pão.
Enquanto falavam sobre isso, o próprio Jesus apresentou-se entre eles e lhes disse: "Paz seja com vocês! "
Eles ficaram assustados e com medo, pensando
 que estavam vendo um espírito.
Ele lhes disse: "Por que vocês estão perturbados e por que se levantam dúvidas em seus corações?
Vejam as minhas mãos e os meus pés. Sou eu mesmo! Toquem-me e vejam; um espírito não tem carne nem ossos, como vocês estão vendo que eu tenho".
Lucas 24:13-40


Ninguém contava com a Glória do domingo.
Ninguém podia imaginar (por mais que instruídos anteriormente), 
com a Vitória da RESSURREIÇÃO CORPÓREA!

Ninguém podia imaginar vê-lo, tocá-lo, comer com Ele de novo.
Era surreal demais, louco demais, sonho demais.

Junto com Jesus ressurge a vida, a fé, a alegria, o motivo, a razão para viver e morrer, uma causa maior do que esse reino aqui: 
O Reino de Deus e do seu Cristo!

Era tão grandioso, era tão glorioso, era tão perplexo e tão além dessa estrutura física, que eles finalmente compreenderam o que é Evangelho. 

Essa mesma compreensão "louca e desvairada" aos olhos humanos, está ao nosso alcance também.

*Jesus está vivo assentado a direita de Deus. (I Coríntios 15:55)
*Seu trono está exaltado acima de todos os tronos. (Apocalipse 3:21)
*Seu nome é sobre todo o nome. (Filipenses 2:9)
*As chaves da morte e do inferno estão sob seu governo. 
(Apocalipse 1:18)
*Ele é o Senhor da história que não está solta no caos, mas Ele a rege com *Poder, Autoridade e Soberania!

Talvez você esteja no caminho... abatido, descrente, desfalecido, angustiado pela sensação de morte. Morte dos sonhos, ausência de Jesus. O vazio dos dias. A falta de razão para crer e continuar... se sente vivendo o sábado... nada mais faz sentido...

Creia no domingo!!! Jesus ressuscitou e está vivo!

"EU SOU O PRIMEIRO E O ÚLTIMO, E AQUELE VIVE;
ESTIVE MORTO, MAS EIS QUE ESTOU VIVO
 PELOS SÉCULOS DOS SÉCULOS, 
 E TENHO AS CHAVES DA MORTE E DO INFERNO!" 
Apocalipse 1:18



No nosso caminho de dor e desesperança, o Homem ressurreto anda conosco. Por vezes, nem sentimos, nem notamos, nem cremos. 
Feche os seus olhos. Abra os seus olhos espirituais e contemple o Jesus ressurreto. Contemple o Senhor da história. O Deus único e glorioso que venceu a morte, mas se importa em andar com você no caminho.

Faça pra Ele hoje um pedido: "Fica Senhor já se faz tarde... tens meu coração para pousar... faz em mim morada permanente, fica Senhor!"


Vou postar uma música bem "breguinha", kkk, mas eu admito que não posso escutá-la sem chorar. Aí no seu lugar, faça essa oração... invoque a Presença do Ressurreto no caminho com você!

FELIZ RESSURREIÇÃO PRA VOCÊ E TODA A SUA CASA!





2 comentários:

Anônimo

São essas palavras sábias, bem posicionadas que fazem a diferença no entendimento do leigo ou do interessado. Realmente os três dias são o passo a passo da vida de muitos homens, eu particularmente estava vivendo o sábado, mas agora entendo que posso viver a cada dia como se fosse domingo na verdade, recebi forças concretas lendo este belo texto. Márcia você é uma excelente escritora!
Sim, gosto da música, voltei há mais de vinte anos atrás. Beijão amiga, Eneile.

Márcia Slemer

Eneiloca,
Como sempre, você me motiva a escrever...
E escrevo porque creio, e escrevo de mim para mim mesma,
escrevo tb porque se tocar o coração de uma só pessoa, valeu cada letra!
Obrigada por ler carinhosamente e sempre deixar um incentivo ímpar!
Valeu mesmoooooo!

Postar um comentário