8

Tudo tem seu tempo certo, até quando você julga atrasado...




Quero me utilizar deste espaço para agradecer ao Senhor por uma nova fase na minha vida!

A Bíblia fala de forma muito tremenda que para tudo tem um tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu! (Eclesiastes 3:1-11)

As vezes, aquilo que é tão natural para os outros viverem, pra nós parece tão longe da realidade... parece que não vai acontecer, que nunca viveremos aquilo que sonhamos.

Desde que terminei meu curso de Teologia (1997), desejo ingressar na faculdade de Psicologia... mas nunca consegui levar esse desejo adiante.
98 me casei,
99 sofri acidente,
2000, Victoria nasceu inesperada e milagrosamente, rsrs
2002, o Senhor nos trouxe num 'de repente' para Recife...
Depois disso, crise financeira...
2004, mais uma chegada milagrosa sem possibilidades, Joshua...
Mudanças...
Crianças...
Cirurgia...
Ministério...
Enfim, as coisas foram acontecendo totalmente fora do meu controle, mas meu coração não estava inquieto com as impossibilidades, pelo contrário, pacificado e feliz por aquilo que Deus me concedeu: minha família preciosíssima e meu ministério que tem rompido barreiras que eu nunca imaginei!

Como deve ser pra você também, fizemos aqui em casa na noite de Ano Novo, os nossos desejos e pedidos para o ano de 2012, para apresentarmos ao Senhor. Todos nós escrevemos aquilo que gostaríamos de conquistar nesse ano, Joshua claro, pediu para Deus um playstation 3. (Cada um com seus sonhos), rsrs.
Conto isso para dizer que não mencionei isso para o Senhor, mas Ele sabia!

Comecei o ano sem imaginar o que Deus faria por mim.
Conversando com uma amiga, ela me disse do quanto Deus a surpreendeu para conseguir fazer o casamento da filha, e nós agradecemos ao Pai e eu mencionei que desejava fazer a faculdade de psicologia, mas não via meios pra isso... uma outra mana querida, me falou do FIES (financiamento estudantil) e me deu uma injeção de ânimo tão grande que eu fui até a faculdade e peguei as informações.

Para resumir a história, em menos de quinze dias, eu estava matriculada e sexta-feira passada, estava com o financiamento aprovado, assinado e resolvido!!!

Hoje foi o primeiro dia de aula e eu me sentei num cantinho sozinha, me sentindo criança pequena no primeiro dia de aula, quando a mãe vai embora... só faltou a lancheira do Smilinguido!
Me peguei na sala de aula duvidando do que estou vivendo, foi tudo muito rápido, mas uma certeza era gritante no meu coração: Deus tem muito mais a dar, do que nós desejamos receber!

O que é tão óbvio pra alguns, pode não ser pra você.
O que alguns vivem e conquistam tão naturalmente, pode ser um desafio na sua realidade, mas nada disso pode nos arrancar uma certeza: Tudo tem o seu tempo direcionado por Deus e o que para alguns é atrasado, para Deus é o momento perfeito, porque Ele sabe o que quer gerar na nossa história e como quer conduzi-la!

Talvez você coloque na gaveta um sonho que aos seus olhos, já tenha caducado...
Mas a palavra nos diz: 
"Agrada-te do Senhor e Ele satisfará aos desejo do teu coração.
 Entrega o teu caminho ao Senhor, 
Confia Nele
 e o mais Ele fará!"
 (Salmos 37:4,5)

Quando você menos esperar,
Quando ainda parecer impossível,
Quando não houver expectativas... o Senhor teu Deus te surpreenderá e alegrará o teu coração, porque Ele sabe o que você deseja, até quando você esquecer de dizer pra Ele!

Queria dividir minha vitória com você, apenas para que você diga pra você mesmo antes de dormir: 
"Vai chegar a minha vez e quando ela chegar, terá um gosto único de Tempo certo, porque será o tempo de Deus para mim!"


Tirei essa foto hoje,  quando todos os alunos foram convidados a encher um balão representando seus sonhos profissionais... e a coordenadora dizia: "Será um novo tempo na sua vida!"
No meu coração respondi: "Sim Senhor, eu sei, obrigada!"
Quero dizer pra você também: Deus tem um novo tempo pra sua vida, creia nisso. Como eu sei? Ele é Galardoador dos que o amam! Simples assim!












2

Avante filho da Luz!



"Pois outrora éreis trevas, porém agora sois luz no Senhor; andai como filhos da Luz!" 
(Efésios 5: 8)

Diante da nossa realidade e situação crua muitas vezes, vamos deixando pelo caminho as nossas forças, a nossa fé, a nossa esperança e a nossa alegria.
Olhamos para os fatos e nos apegamos a eles como verdade sobre nós e assim vamos desfalecendo um pouquinho de cada vez, até entrarmos num estado de prostração completo.

Ah se tivéssemos uma mente um pouquinho maior que uma ameba...
Ah se conseguíssemos enxergar um palmo na frente do nosso nariz...
Ah se tivéssemos a fé como um minúsculo grão de mostarda!

A verdade é que eu e você somos oscilantes, descrentes, medrosos, fracos e esquecemos a quem pertencemos. Falo de mim, falo da minha realidade. Esse ano já estamos experimentando como família, lutas, entraves, ansiedade, falta de resposta pra algumas situações e eu confesso que minha força tem se minado a cada dia um pouquinho... Mas como Deus é gracioso e se importa em nos relembrar o quanto Ele é grande!

Ontem ouvi um testemunho poderoso de um homem que conheceu muito de perto o reino das trevas, um homem que foi servo e escravo do diabo por muitos anos. Macumbeiro de marca maior, fazia sacrifícios humanos, inclusive de crianças... e um dia o diabo lhe pediu o sacrifício de uma menina de 15 anos e virgem! (A função desse imundo qual é mesmo? matar, roubar e destruir! Nem sei porque que a gente se espanta.) Pois bem, ele foi pra frente de uma escola esperar sair a sua vítima e ficou na espreita na hora da saída de aula.

Observou bem várias garotas, até que seu olhar se voltou para uma  menina que carregava os livros nos braços e a seguiu. Numa certa rua, imobilizou a garota e enfiou dentro do carro. Ele conta que ela era o rosto do terror, tal era o pânico da pobre menina. Ela tentou fugir e ele o acertou com um punhal e disse com ódio: "Se você fizer escândalo, vai sentir muita dor antes de morrer, mas se ficar quieta, mato você mais depressa!"
Arrastou a menina até a beira-mar aqui em Recife, onde o diabo disse que queria o sacrifício e naquela hora, tomada pelo Espírito de Deus, na força do Altíssimo, porque ela não tinha mais sequer forma de raciocinar, ela bradou: "Satanás, eu te repreendo em nome de Jesus. Eu tenho um dono!"

Aquele homem que hoje é um pastor, (aleluia), disse que de repente uma luz tremenda revestiu aquela menina assustada, e aquela luz o fez cair pra trás e a menina então conseguiu fugir!
Ele ficou perturbadíssimo querendo saber que entidade era aquela, mais poderosa do que aquela que ele tinha, indignado foi buscar os seus guias que tiveram que lhe dizer: "Você não pôde com ela, porque ela pertence ao Deus Todo-Poderoso!" Aleluia!!!

O que eu quero contando isso, está longe de sensacionalismo que eu abomino, mas trazer a minha e a sua memória duas verdades saltitantes:

1)  Somos raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus...
 (I Pedro 2:9) 
*Temos um dono que nos diz em sua palavra que não sonega bem algum aos que andam retamente. 
(Salmos 84:11)
*Não somos super dotados, nem diferenciados, nem especiais, (muito pelo contrário, veja I Coríntios 1:27-29) mas somos mais do que vencedores em Cristo Jesus,
 seja lá qual for a circunstância!
 (Romanos 8:37)
*Temos um Pai que trabalha a nosso favor como nunca se viu, 
 nem se ouviu em toda a história da humanidade.
 (Isaías 64:4)

Quantas promessas mais poderíamos listar? 
Quantas certezas mais poderíamos enumerar?
São incontáveis e estão em toda a  palavra, de Gênesis a Apocalipse.

2)   Precisamos avançar como filhos da Luz, como filhos do Altíssimo, como soldados que sabem a quem servem:  General de guerra que não perde a batalha!
"O Senhor é homem de guerra, Senhor é o seu nome!" 
(Êxodo 15:3)

*Precisamos sair da intimidação e saber que em nós não há força para uma mosca espiritual,
 (se moscas espirituais houvessem), mas está escrito:

 "Pois CONTIGO desbarato exércitos, com MEU Deus salto muralhas... 
...O Deus que me revestiu de força e aperfeiçoou o meu caminho, 
Ele deu a meus pés a ligeireza das corças, e me firmou nas minhas alturas. 
Ele adestrou as minhas mãos para o combate,
 de sorte que os meus braços vergaram um arco de bronze!
... Pois de força me cingiste para o combate,
 e me submeteste os que se levantaram contra mim." 
(Salmos 18: 29, 32-34,39)
Vale muito mergulhar em todo o capítulo...

Ah, nós precisamos parar de olhar para a nossa realidade terrena  e fecharmos os olhos.
Fecharmos os olhos a fim de enxergarmos o mundo espiritual. 
Enxergarmos verdades absolutas que não podem ser questionadas diante das nossas verdades passageiras e efêmeras!

"Porque clamas a mim? Dize ao povo de Israel que marche!!!"

Avante filho da Luz!
Em frente filho do Altíssimo!
Levante-se soldado do Grande Eu Sou! Ele peleja por você! Olhe para frente. Chega de ficar olhando pra trás.
Prossiga Igreja de Cristo, porque sobre nós há uma promessa:

"AS PORTAS DO INFERNO NÃO PREVALECERÃO
 SOBRE A IGREJA DE CRISTO JESUS!" 
(Mateus 16:18)

Saia da sua prostração, do seu desânimo, da sua falta de forças. Em você habita aquEle que é maior do que o que está no mundo e Ele te chama para avançar pela única causa que vale a pena viver e morrer: O Reino de Deus!

"Pelo que diz: Desperta ó tu que dormes, 
levanta-te de entre os mortos,
 e Cristo te iluminará!" 
(Efésios 5: 14)

Receba força, receba graça, levante a cabeça e ouça a palavra de ordem:
 "Avante soldado valente!" 





0

POR QUE O EVANGELHO NÃO SE CUMPRE NA SUA VIDA? - (Vale muito a reflexão)




POR QUE O EVANGELHO NÃO SE CUMPRE NA SUA VIDA?

Jesus disse que as Palavras Dele são espírito e são vida!

No entanto, o que Ele nos mandou obedecer como Sua Palavra se põe em oposição a tudo o que o mundo pode compreender; posto que viole as convenções da honra, da reputação, da justiça própria, da valentia que se expõe às brigas, do enfrentamento de quem deseje nos defraudar, da defesa ante a calunia, do julgamento que se tem por certo, do ódio ao que se assuma como direito em razão da ofensa; ou ainda: da antipatia que decorra dos maus tratos, ou mesmo da indiferença para conosco; e, também, dando complemento a isto, Ele fala de abrir mão do desejo de possuir, mesmo que se possa atender ao nosso capricho como poder —; e, em contrapartida a tudo, Ele recomenda a via dos otários; dos que não aceitam a provocação, dos que desviam seu caminho do enfrentamento odioso, dos que levam desaforo para casa em oração, dos que não topam o embate com o perverso, dos que dão a outra face, dos que oferecem além da capa demandada até mesmo o paletó que não foi pedido, dos que recolhem os seus direitos, os seus tesouros, as suas pérolas, por não terem nenhuma necessidade de demonstração de quem sejam ou do que pensem, especialmente quando os circunstantes tenham espirito de porco ou sejam cães raivosos.

Entretanto, mesmo sabendo que este é o espirito do ensino de Jesus para a vida, a maioria dos que se dizem Seus discípulos, odeiam tais mandatos, tal espírito e tal vida.

O interessante é que mesmo nada querendo com as palavras que são espirito e são vida segundo Jesus, esses mesmos discípulos querem que a Palavra de Jesus se torne real sem que tais realidades da Palavra — seus conteúdos —, se tornem fatos, princípios, atitudes, posturas, sentimentos, decisões e práticas de nossas vidas e cotidianos.

É como querer habitar a profundidade dos mares sem guelras, como desejar voar sem asas, como ambicionar correr sem pernas, como pretender respirar sem pulmões, como buscar ver sem olhos, ouvir sem ouvidos; ou seja: é como quer ser sem alma e sem espírito!

O que vejo nas ambições dos crentes que querem que a Palavra se cumpra sem obediência à própria Palavra é equivalente a todas as formas de insanidade!

O argumento da maioria é que Jesus disse o que disse para nos dar referencias superiores, mas que, de um modo ou de outro, se crermos Nele, não necessariamente em Suas Palavras, mas no Seu poder, nas Suas milagrices, nos Seus dons de cura, nas Suas magias, ou, em algumas ocasiões, cremos também numa espécie de sequestro da honra de Jesus, quando se diz: “Eu sei que tu és Deus; então não me desapontes, pois estou confessando com a boca que Tu és o Maior dos maiores; não me deixes ficar, portanto, envergonhado ante aqueles a quem eu declaro o Teu poder sobre os ídolos!” — Ele fica sem saída; sendo esta uma formula mágica de uma crença muito divulgada acerca do encurralamento de Deus; crendo-se, assim, que desse modo se O põe a trabalhar em nosso favor em nome da Honra do Nome de Jesus para os outros; embora, para nós, Jesus seja apenas um nome destituído de pessoalidade, caráter, ensino, verdade e convocação à obediência; sempre esquecidos de que Ele disse: “se me amais, guardareis os meus mandamentos”; e mais: “...vós sóis meus amigos se fazeis o que eu vos mando”.

Então com esse Nome/Crença na boca [...] pulamos do pináculo do templo, aventuramo-nos contra os perversos, saímos no tapa em nome da honra ou da valentia; e mais: damos pérolas aos porcos, odiamos os que nos odeiam, antipatizamos os diferentes, julgamos quem achamos que deve ser julgado, andamos no caminho largo dos caprichos, edificamos nossa casa na areia, ficamos amigos do lobo vestido de ovelha [ou até casamos com ele ou ela]; enquanto, também, pedimos misericórdia de Deus para a nossa incapacidade de obedecer, de guardar puro o coração, de perdoar sempre, de amar os nossos inimigos, de orar pelos que nos perseguem; sim, rogamos a Ele que nos perdoe o adultério do qual nunca desistiremos, que nos justifique do que sabemos e não nos dispomos a pôr em prática em relação ao que ensinamos aos outros, mas, para nós mesmos, não acolhemos como espírito e vida.

Então [...] — apesar de tudo isto, reclamamos que a Palavra não nos faz bem, não realiza o prometido, não trás a paz que excede a todo entendimento, não nos faz viver em contentamento verdadeiro, não qualifica a nossa existência com a vida em abundancia.

O conceito de insanidade é fazer sempre as mesmas coisas [erradas], esperando obter resultados diferentes!

Ora, no caso das Palavras de Jesus a insanidade é ainda maior, posto que Ele tenha dito que todo aquele que ouve e conhece as Suas palavras, e não as pratica, é um tolo que constrói sua casa na areia de uma praia na qual a maré sobe todo dia; e mais: as intempéries nunca deixam de assolar.

Eu teria muito mais a dizer sobre isto, mas deixo com você a busca de aplicar na sua existência, com toda simplicidade obvia [...] estes pensamentos infalíveis; posto que não seja filosofia minha, mas a pura, simples e irrebatível Palavra de Jesus.

As minhas palavras são espírito e são vida” — ; mas apenas para os quais elas [as palavras] se tornem espírito e vida mesmo; ou seja: interioridade, pensamento, entendimento, prática, atitude e comportamento. Do contrário, creia, é loucura pensar que não sendo assim possa realizar qualquer coisa em nossa vida.


Nele, em Quem somente é [...] aquilo que Ele disse que é,


Caio
21 de janeiro de 2012
Lago Norte
Brasília
DF