1

Deus trabalha na noite escura.



Quem é Deus como o nosso Deus?

Eu estou sumida, porque de fato os dias tem tomado conta de todas as minhas energias. Mas sei que desse tempo, levarei preciosas lições e marcas profundas.

Aprender a viver um dia de cada vez é um grande desafio.
Queremos ter o controle do que virá a seguir. Queremos nos sentir confortáveis com a próxima página. Precisamos colocar a cabeça no travesseiro em paz.
Mas nem sempre é assim que acontece.
É fato que perdemos o controle em diversas situações da vida.
É óbvio que por mais que a gente se esquive do lugar obscuro na nossa existencialidade, cairemos nele quando menos esperamos...

Estamos em família lidando com algumas dessas crises.
Elas tem nome, uma delas - a depender do ponto de vista - é a 'genitora' de todas as outras. Chama-se desemprego.
O desemprego tem em si o poder de desestabilizar.
Ele rouba o sono, rouba a segurança, rouba as perspectivas, traz o medo, as incertezas, diminuiu o "desempregado" e a sua família também.
No meio de tudo isso, surgem alguns "amigos" especuladores, que buscam via fofoca saber como vocês estão sobrevivendo... e isso fere.
É uma soma de fatores. Soma de fatores desgastantes. Soma de fatores que expõem, vulnerabilizam, machucam, entristecem.
Mas eu não quero me deter aqui.
Quero pontuar aquilo que temos experimentado como família apesar de.

Apesar de, o Senhor tem nos feito compreender que Ele não tem dificuldade nenhuma de abrir ou de fechar portas, e quando fecha, ninguém abre e, fecha para tratar com aquelas pessoas envolvidas de diversas formas:

  • Dependência
  • Quebrantamento
  • Humildade
  • Paciência
  • Enxergar o Deus provedor que Ele é 
  • Ouvidos atentos a sua voz e ao seu comando
  • Mudança de curso...
O Glorioso é que Ele não assiste de longe, Ele passa junto!
Ele oferece Sua presença como nunca: Provê banquetes no deserto, alegria na tristeza, fartura na escassez, paz sobrenatural em meio as inquietações, experiências únicas em meio ao vale, força em meio à fraqueza, sua doce voz em meio ao silêncio da alma.

"Amigos" decepcionam, mas outros tantos se levantam em amor...
Contas se acumulam, mas suas mãos generosas não se fecham...
Lidamos com a escuridão da noite, mas sua Companhia e seu braço em volta do ombro, nos faz passar por ela em paz!

E nesse intervalo entre perder e ganhar, temos ganhado muito mais do que perdido.
Temos sido modelados por mãos fortes, sensibilizados pelo Deus que sabe o que é prioridade, atraídos a Ele como família... Enxergado sua vida em nós... Que preço isso tem?

Aí quando eu aprendo a olhar pelos olhos espirituais, na perspectiva correta, amparado pelo que me diz a Palavra: essa nossa crise perde em muito a sua força de judiar, de desestabilizar, de roubar o sono, a paz... Porque não há nada mais rico do que saber: "Eu sei em quem tenho crido!"
Não há tesouro maior do que entender: "Ele trabalha pra aquele que Nele espera!"
Não há nada mais valioso do que estar firme em: "Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, pensamentos de paz e não de mal!"
Não há nada mais prazeroso de saber que "Nenhum dos que em Mim esperam serão confundidos!"

Quanta graça...
Quanta companhia...
Quantas verdades absolutas vão sendo impregnadas no mais profundo da alma...
Um choro que se rompe em gratidão pela companhia do El Shaday.


Logo, ter a vida financeira resolvida é um detalhe. 
Imprescindível mesmo é deixar o Oleiro fazer o que Ele tem pra fazer e no final, quando Ele olhar para nós (vasos refeitos por Ele), Ele sorria e diga pra Si mesmo:
"Fiz um bom trabalho, parece mais um pouquinho com meu Filho!"


Que assim seja em nós - para glória Dele - por meio de Cristo.



Quero compartilhar com você uma música que tem aquecido meu coração durante a "noite"...






0

Pilares que sustentam nossa jornada






Numa das minhas aulas de psicologia, a professora introduziu seu discurso contando-nos uma fábula.

Tratava-se de um rei que pediu a um sábio do  reino, uma frase que fosse instrutiva e que se aplicasse a qualquer situação. Se as coisas estivessem bem na vida de quem lesse, essa frase seria útil. Se as coisas estivessem ruins, essa mesma frase seria proveitosa.

O sábio refletiu e apresentou a frase: "NÃO SERÁ SEMPRE ASSIM!"

Tudo maravilhoso? "Não será sempre assim!"
Tudo péssimo? "Não será sempre assim!"

De fato, faz muito sentido e será um alívio se tivermos essa verdade em mente.

Quantas verdades como essa deveriam ser guardadas dentro de nós?
Em que tipo de verdades poderíamos nos refugiar?
Quais são os pilares que sustentam nossa breve névoa (vida)?

Eu na minha miserabilidade, fico cá com meus botões refletindo sobre essa nossa existência e as garantias que queremos ter...

E sinto um imenso alívio quando lembro que existem outras centenas de frases que servem para qualquer situação da nossa vida... e elas não saem da boca de um homem sábio, saem da boca do próprio Deus!

Tudo indo bem? "Deus é fiel a você, apesar da sua infidelidade!"
Tudo mal? "Deus é fiel a você, apesar da sua infidelidade!"

Dias bons? "Eu o Senhor estou com você todos os dias da sua vida... nesse também!"
Dias ruins? "Eu o Senhor, estou com você todos os dias da sua vida... nesse também!"

Sorrindo? "O Senhor é o meu pastor e nada me faltará!"
Chorando? "O Senhor é o meu pastor e nada me faltará!"

Quantas verdades absolutas temos em Deus!
Quantos pilares firmes e fortes em quem podemos sustentar nossa frágil caminhada.
Quantas promessas e certezas podem permear todos os nossos bons e maus dias...

Fico pensando que apenas uma verdade do céu seria capaz de sustentar toda a nossa caminhada nessa terra... mas o nosso Criador conhece a nossa estrutura e sabe que somos pó.  (Salmos 103:14)
Conhece a nossa assustadora fragilidade, carência, necessidade e nos cerca com um alicerce extraordinariamente firme e absoluto, em cima do qual podemos construir nossa casa interior sem que ela desmorone pelos ventos e tempestades dessa nossa jornada.

Se você fosse o sábio do reino, que frase usaria para quaisquer dias e situações?
É um bom exercício... pra pensar e pra ponderar sobre as suas colunas...

Por hora, guardo uma comigo... eu cantava com 6 anos de idade:


"Com Cristo no barco, tudo vai muito bem!"

... em dias de sol e dias de tempestade...

Uma linda canção que nos apresenta outras verdades absolutas, 
onde podemos firmar nossos pés!






1

Tempo da travessia


Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.
Fernando Pessoa
"Venham, voltemos para o Senhor. Ele nos despedaçou, mas nos trará cura; 
Ele nos feriu, mas sarará nossas feridas.
Depois de dois dias Ele nos dará vida novamente; ao terceiro dia nos restaurará, para que vivamos em Sua presença.
Conheçamos o Senhor; esforcemo-nos por conhecê-lo.
 Tão certo como nasce o sol, Ele aparecerá...
Virá para nós como as chuvas de inverno
Como as chuvas de primavera que regam a terra. " 
Oséias 6:1-3

É impressionante como a gente entra nos "furacões da vida" sem nem sentir...
Me é cada vez mais difícil resistir com saúde emocional, mas não abro mão do desafio.
Me consome a ideia de sobreviver diante de fatos, pessoas, situações sem absorver o lixo que carregam...
Preservar o coração, guardar a alma e não se contaminar é pra mim a maior das lutas travadas do lado de dentro. Até porque o nosso -  o meu coração -  é enganoso, apodrecido por natureza... se inclina o tempo todo ao que é mais fácil: a sujidade íntima.

O Profeta sabiamente descobre o lugar do seu coração e do meu: De volta ao Pai.

De volta ao Pai para encarar a realidade da vida sem atrofiar, nem tampouco apodrecer diante dos cenários sombrios que muitas vezes se formam.
De volta ao Pai para não esclerosar o espírito e se revoltar diante do silêncio desse Deus que sempre sabe o que está fazendo, quando nossa mente de ameba julga que Ele só pode nos odiar pra fazer o que tem feito. (Calma pessoinha, Ele é Deus e nós, mal sabemos quantos dentes temos na boca).
De volta ao Pai para expurgar os sentimentos nocivos que acumulamos com o tempo, ou que pessoas nocivas lançaram sobre nós... 
De volta ao Pai para se olhar no espelho e assumir-se como pessoa, sem estar a vida inteira à mercê das opiniões alheias, aplausos alheios, levados pelo que pensam os outros: quer saber? Danem-se.

"Foi para Liberdade que Cristo nos libertou.
 Portanto, permaneçam firmes e não se deixem
 submeter novamente a um jugo de escravidão."
 (Gálatas 5:1)

De volta ao Pai para não se importar em agradar homens, e sim, ao Senhor, o nosso Deus!
De volta ao Pai para parecer mais com Ele e (por favor), nada com a gente...
De volta ao Pai para não fazermos a viagem e descobrirmos ao final dela que perdemos a jornada!

Isso tem tomado meu sono, meu tempo, minhas angústias e usado todo o meu silêncio estocado.

O desafio não é problema em si, eu os estou colecionando ultimamente, rsrs (vale ressaltar que o Todo Poderoso tem nos sustentado com mão forte), você também  conhece os seus detalhadamente... o desafio é como saímos de cada fase da nossa vida. 

Quem somos depois da travessia?
Escravos da amargura?
Cancerosos de mágoa e auto-piedade?
Pobres de espírito?
Perambulantes pela vida?

Estou sentada aqui em súplica por mim mesma: "Não azede sua vida!"
"Recuse-se a viver a margem."
"Não adquira a infecção generalizada que está contaminando o mundo numa velocidade estarrecedora."

Não encontro outra saída, a não ser meu coração, emoções, decepções, frustrações, angústias, aos pés da Cruz... de volta para o Pai.

Quero orar por mim e por você:

Pai, 

Como é difícil estar nesse mundo sem pertencer a Ele.
Como cansa tentar preservar o coração sem se perder nas esquinas enganosas da vida ou nos atalhos no meio da estrada.
Como é quase automático deixar amargar a alma diante de decepções, de falsos discursos, de gente farisaica...
Parece muitas vezes sobre-humano imitar a Cristo e amar como Ele amou.

Eu preciso de ajuda.
Preciso de ajuda para voltar e deixar o Senhor limpar a escória - a que escolhi e a que lançaram sobre mim...
Preciso de ajuda para fazer a travessia e sair dela melhor - mais humana, mais gente, mais amante da vida e da tua presença.
Preciso de ajuda para não perder a jornada. Para não morrer por dentro. Para não esquecer das promessas. Para não te perder dentro de mim.

Te peço a vida de volta, e isso significa pra mim uma coisa só: O teu Espírito se movendo em mim.
Não te peço que me poupes dos desafios, mas que não desista de mim neles.
Não espero aplauso de seu ninguém, mas não sobrevivo sem a tua Graça.
Não almejo longevidade, almejo vida contigo, intimidade com o meu Pai e isso me basta, ainda que meus dias sejam curtos. 
Não tenho sonhos grandes demais pra mim, mas paradoxalmente carrego o maior Deles: Conhecer  e prosseguir em conhecer o Arquiteto e Edificador dos céus e da terra.
Não escondo de mim a minha realidade: pecadora todos os dias, o dia todo... mas ainda nessa condição, tenho sede de Ti.

Socorre-nos Senhor.
Vem ao nosso encontro oh Altíssimo, porque está escrito:

"Pois assim dia o Alto e Sublime, que vive para sempre, e cujo nome é Santo:
 'Habito num alto e santo lugar, mas habito também com o contrito e humilde de espírito,
 para dar novo ânimo ao espírito do humilde e
 novo alento ao coração do contrito!'"
 (Isaías 57:15)

Que assim seja, porque tu és Deus que vê, sabe e conhece!

Que Ele venha sobre nós como as chuvas que regam a terra!!!








0

Existe muito mais...



Não é o bastante o que tenho.
Meus passos ainda são estreitos.
Minha mente ainda é pequena e restrita.
Meu coração ainda é muito egoísta.
Meus sonhos dormem.
Minhas perspectivas limitadas.

Existem águas muito mais profundas.
Existem caminhos muito mais preciosos.
Experiências muito mais marcantes.
Adoração muito mais rendida.
Gritos da alma muito mais intensos.

Meu espírito sabe que tem mais e não se conforma...
E suplica: "Existe muito mais!"

Onde está o teu coração?
Onde ele pulsa?
Onde está o teu sorriso?
Onde habitas?

Meu espírito recorda do que dizes:
"Porque assim diz o Alto, o Sublime, que habita a Eternidade, o qual tem o nome de Santo: Habito no Alto e Santo lugar, mas habito também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e vivificar o coração dos contritos!"
 (Isaías 57:15)

O que pode substituir ter o Altíssimo por perto?
O que pode ser mais grandioso do que hospedar o Criador da vida, das galáxias, da eternidade?
O que pode ser mais glorioso do que relacionar-se com esse Deus vivo e verdadeiro?
O que pode ser mais prazeroso do que vê-lo sorrir?
O que pode ser mais absurdo do que Deus humilhar-se ao ponto de tornar-se homem para ganhar nosso coração, salvar nossa alma e fazer-se um conosco, pecadores abomináveis???

Que causa pode ser comparada ao Reino de Deus estabelecido na terra?
Que preço isso tem?

Não vejo nenhum outro sentido...
Não enxergo mais nenhum caminho...
Não almejo mais nenhum sonho.

Fomos convidados ao mais nobre dos empreendimentos,
A mais elevada das causas,
Ao mais honroso serviço,
Ao mais sublime chamado: Que todo povo, língua e nação conheçam e saibam que há um só Senhor,e que:
"não há salvação em nenhum outro;
 porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens,
 pelo qual importa que sejamos salvos!"
(Atos 4:12)

E apesar de saber que não sou digna, meu espírito me chama e grita dentro de mim: "Eu vou! Conte comigo oh Altíssimo! Abrace vidas através de mim, chore a dor pelos teus amados através de mim, toque corações através de mim... alcance os que gemem e definham através de mim!!! 

O que são os meus sonhos e aspirações diante dos Teus?
Para onde irei eu se só tu tens as palavras de vida Eterna?
"Em nada considero a minha vida preciosa para mim  mesmo, 
contanto que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus
 para testemunhar o evangelho da Graça de Deus!!!"
 (Atos 20:24)

Leva-me para onde quiseres...
Faz de mim aquilo que está no teu coração
Esvazia-me de tudo que sou eu e imprime em mim o teu Espírito
Transforma-me a imagem do teu Filho
Faz de mim vaso de barro nas tuas mãos que recebe a excelência do teu poder...

Não permita que eu atrofie nas minhas mediocridades
Na minha falta de propósito, nas minhas mesmices...
Não permita que minha existência murche sem sentido, sem alvo, sem foco, sem rumo...

Ouve dos mais altos céus o clamor da minha alma,
O grito do meu espírito e dá razão aos meus dias!
Deixa-me ser testemunha...
Faz-me alarido do teu amor...
Quero sair nessa Tua busca incansável de achar meus irmãos que ainda estão perdidos... de mãos dadas contigo!

Em nome do teu Filho Jesus,
Amém




1

Enquanto isso... dormimos...





Não pretendo chover no molhado, mas não posso deixar de compartilhar o que vejo... muito menos me isentar, daquilo que precisa em primeiro lugar ser considerado por mim mesma.

É estarrecedor como tantas igrejas estão vivendo alheias ao Cristianismo.

No púlpito hoje se anuncia tudo: Bazar beneficente,mensagens de auto-ajuda, bençãos de qualquer gênero e espécie para quem quiser, ataque a outras denominações, pastores, doutrinas, práticas...e a a lista segue interminável do que um crente pode achar na igreja.

Parece que a mensagem da cruz ficou obtusa, 
Que falar da morte e ressurreição de Cristo, é obsoleto.
Que anunciar a sua volta é coisa de gente alienada.

Precisamos de novidades para que as pessoas fiquem.
Encher a igreja de programações e haja ativismo.
Ocupar a cabeça do povo e haja religiosidade.
Satisfazer o ouvido da platéia e haja egocentrismo.

A mensagem da cruz precisa ser anunciada em amor e graça como um mendigo anuncia para outro mendigo onde foi que ele encontrou comida, como diria Edileusa de Veras.
As boas novas da ressurreição precisam ser proclamadas em alta voz porque foi para isso que fomos chamados.
O poder derramado sobre nós precisa ser canalizado para libertar cativos, por em liberdade algemados, romper grilhões, invadir as trevas, porque sobre nós, os remidos do Cordeiro há uma promessa: 

"Sobre esta pedra edificarei a minha igreja 
e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.
 Dar-te-ei as chaves do reino dos céus: 
o que ligares na terra terá sio ligado nos céus;
 e o que desligardes na terra terá sido desligado nos céus." 
Mateus 16:18,19.

Nossa unção precisa ser liberada para que povos, nações, tribos, línguas e raças saibam que 
"foi para isso que se manifestou o Filho de Deus,
 para destruir as obras do diabo!"
 I João 3:8

Jesus está vivo e reina para sempre. 

"E no meio dos sete castiçais um semelhante ao Filho do homem, 

vestido até aos pés de uma roupa comprida,

 e cingido pelos peitos com um cinto de ouro.

E a sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, como a neve,
 e os seus olhos como chama de fogo;
E os seus pés, semelhantes a latão reluzente, como se tivessem sido refinados numa fornalha, e a sua voz como a voz de muitas águas.
E ele tinha na sua destra sete estrelas; 
e da sua boca saía uma espada de dois fios;
 e o seu rosto era como o sol, quando na sua força resplandece.
E eu, quando vi, caí a seus pés como morto; e ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo-me:
 Não temas; Eu sou o primeiro e o último; e aquele que vive.
Estive morto mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos,
 e tenho as chaves da morte e do inferno.
Escreve as coisas que tens visto, e as que são, e as que depois destas hão de acontecer."
Apocalipse 1:13-19

Nossas inquietações precisam sair do plano "eu" para ocupar a proclamação:


"Que venha o teu Reino!"

"Que se estenda o teu governo!"

"Que avance a Tua causa!"

Nosso tempo precisa ser priorizado para que nossos joelhos se dobrem, nosso coração agonize e nosso espírito responda: 

"Eis-me-aqui! Envia-me a mim!"

Igreja de Jesus, desperta!
Volta teus olhos para a Cruz e vive e anuncia o que ela fez.
Volta os teus olhos para o túmulo vazio e grita: "O teu Deus Reina!"
Enxerga os acontecimentos destes dias e clama: "Ele voltará e não tardará!"

"Eis que venho sem demora; guarda o que tens, 
para que ninguém tome a tua coroa!"
Apocalipse 3:11

Para quem ainda acha que tudo o que está acontecendo no mundo é fenômeno da natureza, 
tudo que os jornais noticiam todos os dias é normal... aí está só mais uma evidência sutil do que a Palavra anunciou há milênios!





"Seca-se a erva, e cai a sua flor, mas a palavra do nosso Deus
 permanece eternamente.
Tu, ó Sião, que anuncia boas-novas, sobe a um monte alto!
Tu, que anuncias as boas-novas a Jerusalém, ergue a tua voz fortemente; levanta-a, não temas,e  dize às cidades de Judá:
Eis aí está o vosso Deus!"
Isaías 40:8,9.




6

Eu só queria agradar o meu Pai...






Raramente eu posto aqui, as mensagens que levo a alguma igreja.
Mas, excepcionalmente, quero registrar um dos tópicos da mensagem que o Senhor me deu nessa semana.
"O filho que alegra o coração do seu Pai!"

***

Toda família que tem pelo menos dois filhos pode discernir que um filho é completamente diferente do outro.
Numa família grande então, ficam evidentes os traços quase extremistas entre um filho e outro. 
Há sempre o filho egoísta, 
o filho mimado,
o filho carinhoso,
o filho rebelde, 
o filho traumatizado com quase tudo...
E assim vai.

Pertencemos a uma grande família.
A família do nosso Pai, nosso Aba, nosso Senhor e Salvador.
E como não poderia de ser, cada filho é um filho.
Filhos egocêntricos, 
Filhos generosos, 
Filhos chorões, rs
Filhos piedosos,
E a lista é imensa...

O Pai sabe exatamente o que alegra o coração de cada filho. O que nos faz ficar de pé. Sabe exatamente como somos individualmente e do que precisamos pra caminhar a cada dia. Ninguém consegue nos fazer mais feliz do que Ele.

E nós? 
Nós sabemos o que alegra o coração do nosso Pai?
Nos importamos com isso?
Faz diferença para o nosso dia-a-dia o que pensa o Pai a respeito das nossas buscas e prioridades?

Existe sempre aquele filho (e isso não muda a nossa filiação - uma vez feitos filhos de Deus, sempre filhos...) que quer ser percebido, notado, abençoado, recompensado, ouvido, colocado no primeiro lugar da fila de presentes e milagres... mas nunca se importa com o coração do seu Pai...


... Quando eu estava preparando a mensagem, fui dormir tarde, trabalhando em outros tópicos. Quando me deitei, já quase pegando no sono, ouvi o sussurro no meu coração:
"O filho que alegra o meu coração, também é o filho que chora as minhas lágrimas!"

Existem poucos assim. Eu não sou assim.

... Aquele que é capaz de ouvir o clamor e o choro do seu Pai bradando: 

"A quem enviarei??? E quem há de ir por nós???"
 E seu coração estremece pela dor do seu Aba e não consegue ficar indiferente e responde:
"Eis me aqui! Envia-me a mim meu Pai!"
"Se o teu coração geme pelos 'filhos que ainda perecem' meu Pai, (me poupem da discussão sobre predestinação e livre arbítrio, rsrs) o meu chora também."
"Se o teu coração meu Pai clama pelas almas que ainda vivem na ignorância, a minha alma desfalece também."
"Se o teu coração se importa, o meu se importa também."

***

Eu fui semana passada em um culto numa igreja que nunca tinha ido e fiquei estarrecida.
O culto inteirinho se desenrolou em torno de convencer Deus a se mover pelos nossos caprichos. Pelo nosso umbigo, pelo nosso mundinho... nosso "eu", nosso "meu", nosso "pra mim"!

E os que gemem do lado de fora do meu minúsculo universo?
E os missionários que sofrem por amor a Cristo espalhados pelo mundo?
E as crianças que são abortadas e jogadas no lixo todo dia?
E a destruição de tantos lares, marcados por todo tipo de violência???

Tudo isso fere o coração do nosso Deus, que espera de nós, seus filhos - amor, compaixão, intercessão, disposição pra sair do nosso mundo e fazer a vontade do nosso Pai amado.

***

Eu quero ser sensível ao coração do Pai. 
Filhos, Ele tem muitos... que alegram o seu coração - poucos!

Quero terminar com um relato que o pastor Rosenildo deu, depois que concluí a mensagem e que me fez chorar, realmente o Senhor preparou esse momento:

Ele estava nesse sábado num congresso em Salvador que terminou muito tarde.
 Quase meia-noite saíram para comer pizza e o pastor da igreja local passou em casa pra pegar
 seu filhote de dez anos.
Já na pizzaria, o pai atenciosamente disse para o filho: 
"Que pizza você quer? Escolha."
O menino respondeu: "Não quero nenhuma não."
O pai insistiu: "Pode pedir filho! O papai pede a pizza que você quiser!"
O menino continuou negando e um outro pastor perguntou:
"Porque você não quer comer?"
Ele relutante e sonolento disse:
 "Eu não estou com fome, eu só vim porque queria agradar o meu pai!"

***

Viver a nossa vida pode ser muito satisfatório para o nosso ego e se resume a esse mundo...
Viver a Vida de Jesus é experimentar o glorioso sobrenatural, a alegria desmedida, a plenitude tão buscada, e ser capaz de fazê-lo sorrir! 

..."Eu só vim porque queria agradar o meu Pai!" 

EIS ME AQUI! ENVIA-ME A MIM!!!




o procede do Senhor.
“...Acordei porque o Senhor me sustentou!”
Salmos 3
2

Quando a morte dá a última palavra







Os céus em trevas...
A dor lancinante como companhia.
Alma em profunda angústia.
Desolação, medo, perplexidade: Sob o olhar humano, o império do mal vencia de forma estrangulante.
Todos os demônios à forra! 
Zombaria, maldição, opressão. O domínio de principados e potestades subjugando o Salvador-homem.

Não bastavam as dores, a coroa de espinhos, os açoites, o peso da cruz... haviam ainda os cuspes na cara, a zombaria, o cinismo, os céus de bronze, o peso da culpa, do castigo, do escrito de dívida... tudo isso pousava sobre Ele.

Que terrível sexta-feira!

Um sábado com gosto de morte: "Morreu nosso Senhor". 
Junto com Ele naquela cruz, morreu a esperança, a vida, o fôlego, o motivo, a razão, a alegria. Nada mais fazia sentido. Foi como perder o chão, a estrutura. "Tudo foi só por um tempo, tudo foi só um sonho, a fantasia acabou."

Aqueles que creram Nele estavam em silêncio. Dizer o quê? Como puderam ser tão inocentes a ponto de acreditar num discurso platônico de um Nazareno de olhar profundo?

Que sábado vazio!

...

Para terminar, quero abrir um dos cenários do domingo... leia você mesmo e beba dessa palavra: 



"Naquele mesmo dia, dois deles estavam indo para um povoado 
chamado Emaús, a onze quilômetros de Jerusalém.
No caminho, conversavam a respeito de tudo o que havia acontecido.

Enquanto conversavam e discutiam,
 o próprio Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles;
mas os olhos deles foram impedidos de reconhecê-lo.

Ele lhes perguntou: "Sobre o que vocês estão discutindo enquanto caminham? " Eles pararam, com os rostos entristecidos.

Um deles, chamado Cleopas, perguntou-lhe: "Você é o único visitante em Jerusalém que não sabe das coisas que ali aconteceram nestes dias? "
"Que coisas? ", perguntou ele. "O que aconteceu com Jesus de Nazaré", responderam eles. 
"Ele era um profeta, poderoso em palavras e em obras diante de Deus e de todo o povo.
Os chefes dos sacerdotes e as nossas autoridades o entregaram para ser condenado à morte, e o crucificaram;
e nós esperávamos que era ele que ia trazer a redenção a Israel.
 E hoje é o terceiro dia desde que tudo isso aconteceu.
Algumas das mulheres entre nós nos deram um susto hoje.
 Foram de manhã bem cedo ao sepulcro
e não acharam o corpo dele.
 Voltaram e nos contaram que tinham tido uma visão de anjos,
 que disseram que ele está vivo.
Alguns dos nossos companheiros foram ao sepulcro e 
encontraram tudo exatamente como as mulheres tinham dito,
 mas não o viram".
Ele lhes disse: "Como vocês custam a entender e como demoram a crer em tudo o que os profetas falaram!
Não devia o Cristo sofrer estas coisas, para entrar na sua glória? "
E começando por Moisés e todos os profetas,
 explicou-lhes o que constava a respeito dele em todas as Escrituras.
Ao se aproximarem do povoado para o qual estavam indo,
 Jesus fez como quem ia mais adiante.
Mas eles insistiram muito com ele:

 "Fique conosco, pois a noite já vem; o dia já está quase findando".
 Então, ele entrou para ficar com eles.

Quando estava à mesa com eles, tomou o pão, deu graças,
 partiu-o e o deu a eles.
Então os olhos deles foram abertos e o reconheceram,
 e ele desapareceu da vista deles.
Perguntaram-se um ao outro: "Não estavam ardendo os nossos corações dentro de nós, enquanto ele nos falava no caminho
 e nos expunha as Escrituras? "
Levantaram-se e voltaram imediatamente para Jesuralém.
 Ali encontraram os Onze e os que estavam com eles reunidos,
que diziam: "É verdade! O Senhor ressuscitou e apareceu a Simão! "
Então os dois contaram o que tinha acontecido no caminho, 
e como Jesus fora reconhecido por eles quando partia o pão.
Enquanto falavam sobre isso, o próprio Jesus apresentou-se entre eles e lhes disse: "Paz seja com vocês! "
Eles ficaram assustados e com medo, pensando
 que estavam vendo um espírito.
Ele lhes disse: "Por que vocês estão perturbados e por que se levantam dúvidas em seus corações?
Vejam as minhas mãos e os meus pés. Sou eu mesmo! Toquem-me e vejam; um espírito não tem carne nem ossos, como vocês estão vendo que eu tenho".
Lucas 24:13-40


Ninguém contava com a Glória do domingo.
Ninguém podia imaginar (por mais que instruídos anteriormente), 
com a Vitória da RESSURREIÇÃO CORPÓREA!

Ninguém podia imaginar vê-lo, tocá-lo, comer com Ele de novo.
Era surreal demais, louco demais, sonho demais.

Junto com Jesus ressurge a vida, a fé, a alegria, o motivo, a razão para viver e morrer, uma causa maior do que esse reino aqui: 
O Reino de Deus e do seu Cristo!

Era tão grandioso, era tão glorioso, era tão perplexo e tão além dessa estrutura física, que eles finalmente compreenderam o que é Evangelho. 

Essa mesma compreensão "louca e desvairada" aos olhos humanos, está ao nosso alcance também.

*Jesus está vivo assentado a direita de Deus. (I Coríntios 15:55)
*Seu trono está exaltado acima de todos os tronos. (Apocalipse 3:21)
*Seu nome é sobre todo o nome. (Filipenses 2:9)
*As chaves da morte e do inferno estão sob seu governo. 
(Apocalipse 1:18)
*Ele é o Senhor da história que não está solta no caos, mas Ele a rege com *Poder, Autoridade e Soberania!

Talvez você esteja no caminho... abatido, descrente, desfalecido, angustiado pela sensação de morte. Morte dos sonhos, ausência de Jesus. O vazio dos dias. A falta de razão para crer e continuar... se sente vivendo o sábado... nada mais faz sentido...

Creia no domingo!!! Jesus ressuscitou e está vivo!

"EU SOU O PRIMEIRO E O ÚLTIMO, E AQUELE VIVE;
ESTIVE MORTO, MAS EIS QUE ESTOU VIVO
 PELOS SÉCULOS DOS SÉCULOS, 
 E TENHO AS CHAVES DA MORTE E DO INFERNO!" 
Apocalipse 1:18



No nosso caminho de dor e desesperança, o Homem ressurreto anda conosco. Por vezes, nem sentimos, nem notamos, nem cremos. 
Feche os seus olhos. Abra os seus olhos espirituais e contemple o Jesus ressurreto. Contemple o Senhor da história. O Deus único e glorioso que venceu a morte, mas se importa em andar com você no caminho.

Faça pra Ele hoje um pedido: "Fica Senhor já se faz tarde... tens meu coração para pousar... faz em mim morada permanente, fica Senhor!"


Vou postar uma música bem "breguinha", kkk, mas eu admito que não posso escutá-la sem chorar. Aí no seu lugar, faça essa oração... invoque a Presença do Ressurreto no caminho com você!

FELIZ RESSURREIÇÃO PRA VOCÊ E TODA A SUA CASA!





8

"Cearei com ele e ele comigo."




É simples a minha casa.
Fica distante do povoado... pra chegar lá é preciso pegar uma estradinha de terra.
Entre árvores, flores, ar úmido e fresco... onde há canto de pássaros, cigarras, sapos e passeios de vagalumes e borboletas....
Onde a noitinha chega mansa, serena e convidativa.
Onde há silêncio, quietude e paz... é lá que eu moro.

Da minha janela da cozinha é lindo de se contemplar o pôr do sol, vermelho entre as nuvens, me fazendo calar e agradecer.

As luzes se acendem devagar... bichinhos dançam em volta dela... chaleira assobia e solta sua fumaça com cheiro de chá...

Há silêncio na minha casa. Mas não se engane, há alegria nela também.
Esse silêncio é um silêncio reverente, grato, dançante, livre pra ser o que quer, mas prefere ser silêncio.

Minha casa recebe visita as vezes... mas está completa como está.
Nela, moramos eu e o meu Senhor.
E foi com Ele que eu aprendi a gostar do silêncio
a amar a contemplação,
a extrair as riquezas escondidas na quietude,
a sossegar a alma,
a reverenciar a vida,
a compreender que tudo já está feito e meu propósito é apenas não crescer e fazer do meu coração um tesouro guardado pra Ele.

Foi com Ele que aprendi a amar as coisas simples e me esquivar do que é negro, sórdido, sujo...
Foi com Ele que aprendi a olhar com reverência cada alma e não tocá-la... esse trabalho não é meu...
Qual meu trabalho?
Meu trabalho é aprender Dele, manso e humilde de coração...

Meu trabalho é parecer com Ele em cada atitude, ter o coração Dele, amar o que Ele ama e fazer o que Ele faz... é tão difícil... Ele é tão perfeito e eu tão desengonçada...

Meu trabalho é estar junto com Ele todos os dias, o dia todo e prestar bastante atenção, porque Ele não joga palavras fora, nem tampouco é tagarela... as vezes só sorri e eu então entendo o que quer dizer.

Ah, como Ele preenche a minha casa...
Como Ele traz vida a tudo que existe dentro da minha casinha...
Como Ele colore o ambiente com a sua presença,
Perfuma com seu cheiro de vida, de sol, de descanso, de paz...

Amo vê-lo sorrir,
Amo vê-lo dançar de pano de prato nas mãos e descalço pela casa...
Amo quando gargalha de uma piadinha sem graça
E amo o seu olhar profundo para as coisas... sem pressa.

Posso visitar a 'cidade grande' quando quiser, mas não tem nada pra mim lá.
As coisas do lado de fora não me atraem... eu tenho tudo tudo de que preciso...
É Ele quem traz todo o suprimento diário e não tenho falta de nada.
Ele está lá dentro e Ele por si só preenche cada necessidade da minha casa.

Quero o que Ele quer... e Ele quer agradar o Pai, então eu quero também.
Quanto mais o conheço, mais tenho sede de conhecer.
Mais quero a sua Companhia e amanhecer e entardecer e anoitecer todos os dias com Ele.

Sua presença nunca me cansa.
Suas palavras nunca me ofendem.
Seu sorriso nunca é falso.
Seu olhar nunca é odioso.
Suas lágrimas nunca são superficiais.
Sua amizade nunca me decepciona... e eu sempre quero mais Dele.

Fico esperando o dia amanhecer pra pular na sua cama... mas Ele sempre já está de pé colocando a mesa pra nós dois, tirando do forno alguma coisa que adoro e sorrindo pra vida, para os passarinhos, para o céu azul e as nuvens peraltas fazendo desenhos...

Se minha alma está inquieta por minha própria incredulidade, então eu o abraço e ali me derramo... e ali fico sem pressa até que o amor Dele seja derramado sobre mim e o meu cálice transborde!

Quantas vezes acho que Ele se cansa das minhas dúvidas,
Como questiono o seu amor, quando não confio no que me diz.
Como tenho medo que Ele vá embora...  e Ele sempre repete: "Estarei aqui todos os dias da sua vida!"
Constrangida respondo: "Me perdoe por duvidar de novo..."

Cada dia é único e Ele nunca me conta o que vamos fazer no dia seguinte.
Eu só tenho uma certeza, não farei sozinha, Ele estará comigo.

Está comigo quando sou egoísta,
quando o magoo,
quando o esqueço,
quando o ignoro...
Como posso?
Imperdoável, mas sim, ainda sou capaz de machucar o coração Dele... e Ele?
Ele sempre me perdoa e nunca mais toca no assunto.

Minha casa...
Pequena, comum, simples...
Nela, não há nenhum objeto precioso.
O que a torna sublime é uma única pessoa que mora nela... e essa pessoa, claro, não sou eu.
É o meu amado, amigo, Senhor Jesus.

Hoje deixei um bilhetinho pra Ele em cima da mesa:

"Me perdoe por entristecer tanto o seu coração...
Me perdoe por que você me ensina tanto e eu aprendo tão pouco.
Me perdoe por esquecer tantas vezes Quem mora comigo.
Me perdoe por duvidar do seu amor... acho que é isso que mais machuca o seu coração.
Mas quero que saiba:
Nunca fui tão feliz,
Nunca amei tanto viver,
Nunca fui tão amada... desde que vieste morar em mim... na minha casa!
Sua presença e seu abraço... é só disso que eu preciso, todos os dias, meu amado Jesus."