7

"O arco dos fortes é quebrado, porém os débeis cingidos de força."


Há uma ironia bastante óbvia que permeia toda a humanidade.
São notórios por toda a parte os fortes, os capazes, os preparados, os que sabem, os que são... Não só porque os vemos, mas porque eles próprios fazem questão de provar que é assim que funciona: eles fazem girar a roda do mundo!

Palmas para eles!!! São indubitavelmente bons! São realmente diferenciados, são realmente grandes!
Mas a ironia que me salta aos olhos, mora exatamente aí: Deus não se impressiona!
Deus não se impressiona com os gloriosos feitos humanos,
Deus não fica boquiaberto com os “suprassumos” da terra.
Deus não bate continência para os poderosos,
Nem fotografa grandes monumentos e construções arquitetônicas fenomenais...
Pelo contrário, Ele mora com os humildes de coração.
Visita a casa dos aflitos que Nele esperam.
Faz companhia para os desprezíveis.
Exalta os que não são coisa nenhuma: donos de título algum...
Conversa com os símplices,
Tem prazer naqueles que fazem Dele seu Alto refúgio e fortaleza!

E quando menos se espera, a roda do mundo que os grandes giram, dá meia volta e ninguém sabe explicar como se deu o acontecido.
Os grandes se veem retirados do primeiro lugar da fila pra dar lugar a um Zé Ninguém que confia em o nome do Senhor!
Gentinha desprezível,
Povinho sem cultura,
Pobres de sabedoria,
Faltos de entendimento humano,
Mas com um único detalhe que muda sua sentença:
"Quer pois, vivamos ou morramos, somos do Senhor!"
Romanos 14:8
Ah! Como é bom pertencer a um Deus que sonda mente e coração.
Um Deus que sabe quem nós somos e pesa todos os feitos na balança!
Um Deus que conhece nossas intenções e perscruta nosso íntimo, como mais ninguém poderia!
Um Deus que mede nossa confiança Nele e, é galardoador dos que o buscam!
Um Deus que equaciona o quanto anelamos por Ele na nossa trajetória!
Confia na força do seu braço? Tomara que você tenha força o suficiente pra levar no “muque” sua vida.

Veja o que diz o Salmista:
"Pois não foi por sua espada que possuíram a terra, nem foi o seu braço que lhes deu vitória e, sim, a Tua destra, e o Teu braço, e o fulgor do Teu rosto, porque Te agradaste deles...
Tu és o meu Rei, ó Deus: ordena a vitória a Jacó.
Não confio no meu arco e não é a minha espada que me salva." Salmos 44: 3-6

Não quero desmerecer os grandes, de QI elevado, nem zombar dos poderosos...
Quero apenas ter consciência que fiz a melhor escolha:

Reconhecer que sou mesmo débil, fraca, pecadora, carente... que não sou coisa nenhuma, porém sou Dele por Inteiro: Mente, Alma, Corpo e Coração!

Se você como eu, sente de vez em quando que, a roda do mundo (que os poderosos giram), vai passar por cima de você... se alegre comigo numa verdade antiguíssima, que pode soar como melodia fresca ao seu coração hoje:

"O meu coração se regozija no SENHOR, a minha força está exaltada no SENHOR; a minha boca se ri dos meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação.
Não há santo como o SENHOR; porque não há outro além de ti; e rocha nenhuma há como o nosso Deus.
Não multipliqueis palavras de orgulho, nem saiam coisas arrogantes da vossa boca; porque o SENHOR é o Deus da sabedoria, e pesa todos os feitos na balança.
O arco dos fortes é quebrado, porém os débeis cingidos de força.
Os que antes eram fartos, hoje se alugam por pão, mas os que andavam famintos, não sofrem mais fome; até a estéril tem sete filhos, e a que tinha muitos filhos perde o vigor.
O SENHOR é o que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz subir.
O SENHOR empobrece e enriquece; abaixa e também exalta.
Levanta o pobre do pó, e desde o monturo exalta o necessitado, para o fazer assentar entre os príncipes, para o fazer herdar o trono de glória; porque do SENHOR são as colunas da terra, e assentou sobre eles o mundo.
Ele guarda os pés dos seus santos, porém os perversos emudecem nas trevas da morte; porque o homem não prevalece pela força.
Os que contendem com o SENHOR serão quebrantados, dos céus troveja contra eles.
O SENHOR julga as extremidades da terra; dá força ao seu rei, e exalta o poder do seu ungido." (Aleluia)
1 Samuel 2:1-10
5

Porque Ele tem cuidado de vós!


Quero compartilhar como gratidão e louvor a Deus uma experiência interessante que tivemos nesse fim de semana.

Fomos em família para João Pessoa porque tínhamos o compromisso de testemunhar num Encontro de Casais  promovido pela Igreja Nazareno naquele lugar.
 
No domingo bem cedo, levantamos, nos aprontamos e antes de sairmos, sentamos na cama para orar pelo evento.


Eu disse para as crianças que o ministério não era meu, mas nosso; e que nós não tínhamos nem de longe, uma família perfeita, mas tínhamos uma família abençoada por Deus, com a honra de contar a nossa história e assim, abençoarmos outras famílias também.

Oramos, agradecemos a Deus, pedimos Sua direção e fomos para o lugar do evento que era um pouco afastado da cidade.


Quando chegamos, havia um clima muito gostoso de encontro de casais, a bandinha trazendo leveza e alegria, a comunhão dos irmãos, o coração grato de quem servia...tudo isso fazia da atmosfera, uma atmosfera onde a presença do Senhor era percebida de forma cristalina.


Enfim fomos chamados para o nosso testemunho e foi muito precioso o nosso tempo com aqueles casais. No fim do testemunho, as crianças entraram testificando a grandiosidade de Deus e a alegria do Pai encheu nossos corações!

Logo em seguida, o pastor me pediu pra ministrar para a equipe que estava trabalhando, eram 56 casais participantes e quase 300 pessoas trabalhando.


Eu estava com uma gripe que meu corpo só queria entrar no carro, pegar a estrada de volta e cair na cama, mas meu coração estava pronto pra mais.


Fomos para uma outra sala e testemunhei tudo de novo, agora para os irmãos que estavam com a 'mão no arado', e foi com sabor de primeira vez. Terminei experimentando a realidade de que recebemos muito mais das mãos de Deus, quando ofertamos o pouco que temos.

Algumas pessoas então chegaram para compartilhar alguma coisa, ou receber um abraço e por fim, um senhor tímido me chamou para o fundo da sala e me deu um versículo e começou a dizer muito comovido que o Senhor cuidava de mim, da minha casa, dos meus filhos, do chamado de Deus pra nós...

Enquanto isso, Joshua e Vic brincavam do lado de fora, com um avião de papel que jogavam perto de uma área verde desse local, tudo bem próximo de onde estávamos.

Numa dessas vezes, entre jogar e pegar o aviãozinho, Victoria se abaixou perto do mato e viu erguer-se na direção dela uma cobra com um guizo na cauda, balançando freneticamente. A Victoria ainda teve o disparate de pegar o avião de volta, e saiu desesperada: “Joshua uma cobra!”

E Joshua responde: “Que mentira!” E foi conferir! (Imagine você eles me contando os detalhes e eu tendo uma parada cardíaca! Kkk)

Quando ele chega perto escuta o que ele chamou de chocalho e ouve o barulho da língua dela. E me disse depois: “Mamãe ela é marrom igual a mim!” (kkkkk) Pra você que está em dúvida, vou revelar: se tratava de uma ingênua e dócil Cascavel.

Enquanto isso acontecia, eu estava sendo ministrada por um irmão que nunca tinha me visto: “Deus cuida de você e dos seus”!

Joshua quando me viu disse: “Mamãe, Jesus cuidou de mim, me livrou da cobra”!

Voltamos para casa muito felizes, gratos e aliviados a Deus pelo seu amparo, cuidado e pelo prazer de termos vivido aqueles momentos ali.

A palavra que me vêm ao coração: Confiança!


Talvez seu coração esteja precisando de descanso nesse dia. E o descanso virá quando você tiver confiança no cuidado de Deus.

Confiança de que Ele nos tem na palma de suas mãos, bem diante dos seus olhos.

Confiança de que, nós nunca poderíamos cuidar de nós mesmos e dos nossos amados como Ele cuida.

Confiança de que o amor Dele está em todas as situações, mesmo naquelas que não entendemos e que nos fazem chorar!

Confiança de que não estamos ‘soltos ao acaso’, estamos firmados na Rocha que é Cristo.

Confiança de que, se nem a morte poderá nos separar Dele, quanto mais os cuidados pequenos e passageiros desta vida.

Confiança porque não recebemos o espírito de escravidão para vivermos outra vez atemorizados, mas recebemos o Espírito de adoção, baseados no qual clamamos Aba, Pai! (Romanos 8:15)

Por isso seguimos, não com o coração temeroso, ansiosos pelo hoje ou pelo amanhã...

Não querendo controlar a vida pelas nossas mãos, porque isso só nos leva a angústia, frustração e desequilíbrio...

Mas crendo,

Seguindo,

e Convictos de uma verdade que pode fazer o nosso coração se aquietar em paz:

“Porque Ele tem cuidado de vós”! (I Pedro 5:7)

E aí, o “guizo” serve só pra identificarmos o tamanho do perigo,
O tamanho da nossa fragilidade,
E o quanto nosso Pai domina sobre todas as coisas: serpentes naturais ou espirituais!

...“Porque Ele tem cuidado de vós”!!!
Deixe essa verdade penetrar sua alma...