1

Um coração despido... uma alma renovada.




Nada como compartilhar daquilo que você sente na alma.
Esse fim de semana foi uma prova angustiante. Eu tinha o compromisso de pregar num chá para mulheres no sábado a tarde, e testemunhar no domingo pela manhã. O tema pré-estabelecido do chá era sobre Ana. Assunto pra lá de mastigado... mas foi uma valiosa experiência enxergar a angústia acumulada de Ana, vivida silenciosamente que fez amargar a alma de uma mulher altruísta que já  fora bem resolvida a ponto de arrebatar o coração do marido. Foi 'novo' pra mim caminhar no processo de dor dela, até que ela resolve tirar a sua história das mãos dos outros e colocar nas mãos de Deus.

A continuação da dor faz enfermar a alma...
" ESPERANÇA QUE SE ADIA FAZ ADOECER O CORAÇÃO (Pv 13:12)"

Preparei toda a mensagem, mas fui dormir na sexta angustiada porque faltava algo e eu não conseguia discernir o que era. Ás cinco da manhã acordei e senti que precisava orar, fui pra um outro quarto e me coloquei diante do Senhor. Ouvi um sussurro: "Não acha que precisa derramar sua alma diante de Mim? Vai falar sobre isso sem primeiro deixar que lhe penetre o coração???"

Ah! Eu precisava chorar...
E assim, me derramei e chorei diante Dele o que nem eu mesma conhecia de fato, mas há um Deus que nos sonda e nos conhece, sabe quando nos assentamos e levantamos... sabe o que vamos dizer antes da palavra formada em nossa boca! 

É incrível o poder de falar o que se sente...
É incrível o poder de falar o que se sente pra quem nos conhece como o Pai, mas contar-lhe como se Ele nada soubesse, porque isso cura a nossa alma e o convida pra nossa intimidade.

Eu tenho muita dificuldade de falar o que sinto, só consigo escrevendo muitas vezes, rsrs, mas aprendi uma coisa preciosíssima:

Diante Dele eu posso me aproximar, não importa a condição que eu esteja.
Se existe alguém que me compreende e que me aceita a despeito de qualquer situação emocional, espiritual, física, esse alguém é só Ele e mais ninguém...

E assim eu cheguei diante Dele totalmente desnudada e lá permaneci embriagada nas minhas lágrimas por bom tempo... e quando me levantei já tinha recebido a porção que me faltava na alma e a Graça pra falar mais uma vez!

No domingo de manhã fui pela primeira vez a uma igreja que está enlutada pela perda de um grande líder há apenas dois meses e foi difícil testemunhar ali, voltei pra casa emocionalmente mexida com toda aquela realidade.

Essa semana inusitadamente tenho conversado com gente deprimida,
gente sem conseguir definir as causas de suas angústias,
gente tentando encontrar saída para os seus dilemas...

Muitas vezes emudeço diante da dor alheia, querendo ter remédio nas mãos e me sentindo incapaz...
mas tenho percebido que falta-nos o 'rasgar-se' diante Dele sem medir palavras, sem ensaiar discurso, sem fingir sentimentos, sem justificar coisa nenhuma, as vezes sem dizer nada inclusive, apenas o 'apresentar-se e o submeter-se'.

Muitas vezes, na maioria delas eu diria, nada imediato acontece do lado de fora,
mas muitas vezes, na maioria delas, eu repetiria, algo acontece dentro da gente...

"Assim foi a mulher (Ana) o seu caminho, e comeu e o seu semblante já não era mais triste!"
 I Samuel 1: 18
Nada de filho ainda, mas a certeza de uma história nas mãos de Deus muda tudo!

Talvez, e só talvez, a sua história esteja nas mãos de pessoas, situações, passado, perdas, medos...
quem sabe não seja a hora de ficar sozinho com Ele e só diante Dele derramar aquilo que só Ele pode curar, ouvir, aceitar, entender, perdoar, renovar, fortalecer, responder, conceder...

Tenha pressa de chegar diante Dele, mas não tenha pressa de sair... basta um "derramar-se"... pra algo acontecer dentro de você...
Nunca duvide que sempre haverá lugar pra você no colo do Pai!

Gosto de pensar na resposta de  Madre Tereza de Calcutá numa entrevista:

"O que você fala pra Deus quando ora?"
"Nada eu só escuto!"
"E o que Deus fala pra você?"
"Nada, Ele só me escuta!"

Diante de Deus talvez nem palavras sejam necessárias, apenas um coração despido diante Dele cura a nossa alma!




1 comentários:

Gleicinha

Maravilhosa palavra e edificante! DIOS TE BENDIGA :0)

Postar um comentário