2

"Na casa do meu Pai tem comida suficiente"



É claro que eu sou suspeitíssima em falar, mas ainda me surpreendo com as respostas do Joshua!
Ele acabou de fazer 6 anos, mas sempre faz a gente rir com alguma frase inusitada. Hoje não foi diferente. Os dois, Joshua e Vic acordaram mais tarde, por causa do final de semana, o que torna a manhã corrida para o horário da escola. Foi aquela lamúria pra ir tomar banho, querendo feriado prolongado, (toda segunda-feira o estresse é grande! rsrs) Lá vem Maínha, que cuida deles desde pequenos; fazer dengo e tentar convencer Joshua a ser mais positivo: "Você precisa estudar rapaz, pra daqui há um tempo arrumar um bom trabalho e não ser como esses meninos que não estudaram e não tem futuro... Sem titubear Joshua respondeu pacificamente: "Na casa do meu pai tem comida suficiente!"

Não pude deixar de rir, nem tampouco ignorar a lógica dos pensamentos dele. 
Exatamente porque estava lendo as últimas páginas de uma autobiografia maravilhosa de Demos Shakarian. Um homem simples na literalidade mais linda que a palavra tem, uma vida entregue no altar do Pai, e uma história de jornada com Deus que muitas vezes trouxeram lágrimas aos meus olhos... Nada "perfeito", com ausência de dores e perdas, lágrimas e erros... antes, com tudo isso, mas uma linda história de Deus com o homem, e exatamente por isso, perfeita aos meus olhos!

Quando olho para as minhas expectativas, quando vasculho dentro de mim, vejo sonhos... se infantis, grandes ou impossíveis, não sei medir, só sei que são os meus sonhos. Gero cada um deles como gerei cada um dos meus filhos, numa espera única e ansiosa.

Olho para algumas pessoas que também me cobram passos maiores, resultados melhores, palavras mais profundas, ações mais dinâmicas, performance mais apresentável... mas quando olho pra mim hoje, tenho temor no meu coração... (olha o medo de novo)... sei das minhas incapacidades gritantes, sei dos meus pecados mal resolvidos, sei da minha fraqueza crônica, sei dos meus pés trôpegos, sei da minha fragilidade alarmante...

Olho para as minhas expectativas e expectativas dos outros e me encolho como a tartaruga dentro de si mesma: Eu não sei fazer, eu não sei nem buscar como deveria... eu não sei nem tentar ser diferente muitas vezes...

E é sentindo esse gosto azedo na boca que escuto um sussurro do Espírito Santo, quase rindo da minha cara: "Aprenda com seu filho. Aprenda que na casa do seu Pai tem comida suficiente!"

Quero rir da minha cara, mas não vou pagar esse mico sozinha, vou rir da sua também, porque se você é feito do mesmo pó, tem os mesmos medos infantis! rs

"Aprenda sobre mim diz Aba!
Aprenda que na minha casa entram os humildes de espírito... (Mateus 5:3)
Aprenda que na meus filhos são os loucos, os fracos, os desprezados, os incapazes, porque a Glória sempre será só minha e é meu o efetuar! (I Coríntios 1:27-29)
Aprenda que MEU não é o que faz, é o que se rende...
Aprenda que eu nunca andei lado a lado com homens perfeitos, porque nunca houveram, mas sempre  me dei por completo a um só filho, como se nem mais um filho houvesse...
Aprenda que ainda que nada demais aconteça,
Ainda que aos olhos humanos, você "dê errado": na minha casa tem lugar à mesa pra você e comida suficiente pra satisfazer a sua alma, 

PORQUE AQUI VOCÊ É APENAS FILHO E FILHO MUITO AMADO, NÃO IMPORTA O QUE ACONTEÇA!!!" 


7

Tua presença basta para mim!



A certeza da tua presença basta para mim.
Eu me lembro com riqueza de detalhes aquele sábado quente de dezembro em Atibaia.
O ano: 1997. A ocasião: Minha formatura no Seminário Bíblico Palavra da Vida.

Nossa turma de beca preta, suando em baixo do capelo no ginásio... mas todos muito felizes pelo novo começo e tristes pela despedida...
Me lembro de estar com o coração apertado. O medo de sair do casulo que tanto que me protegia, daquela atmosfera espiritual que tinha me acolhido, investido em mim por 3 anos. Eu tinha saído de casa para morar no seminário, aquela era uma família pra mim, eu sabia bem que jamais esqueceria o que vivera ali dentro.

Mas o medo não encerrava aí... Medo de não ser cristã o bastante do lado de fora,
medo de deixar o coração se contaminar com os atrativos que agora eu teria acesso novamente,
medo de sutilmente esquecer do meu Senhor e aos poucos colocá-lo na 'vitrine de memórias'...
medo de não amá-lo mais como eu amava naquele momento sentada entre os formandos...
medo de traí-lo,
medo de negá-lo,
medo de esquecê-lo...

A última letra que eu tinha feito para o nosso festival de música gritava isso:

"Nada poderia ser melhor do que ver,
Anseios de hoje realizados no amanhã...
De manter-me sempre perto do Senhor
De ganhar intimidade com meu Pai
Cultivar a sede pelo Criador

Nada causaria maior prazer
No final da vida poder olhar pra trás...
E sentir que o alvo nunca mudou
Que não abandonei a fé que disse crer
Não esqueci que o meu lar é lá no céu

Amor maior eu quero para tornar
os meus sonhos de hoje realizados no amanhã!"


Me lembro naquele dia, de ter feito uma  oração infantil, mas muito sincera, dizendo pra Deus que Ele podia me levar pra Ele, porque eu tinha certeza que nada mais até ali, ocupava o primeiro lugar no meu coração.

Eu cantava no coral do seminário, e nós apresentamos umas 3 músicas durante a formatura, mas uma delas nunca mais saiu das minhas memórias e do meu coração. Me lembro que quando começamos a cantar, eu senti a presença do Pai em mim, um calor me envolvia e sua ternura me constrangia...  


Me guiará

As águas tranquilas me guiará, descanso a minha alma dará
No seu bom caminho encontro Paz, sentir teu amor me refaz
Me guiará! Me guiará!

Meus pés indecisos me levam, distantes caminhos trilhar
em toda a vereda por onde andar, eu sei que comigo estará!
Me guiará! Me guiará!

Com sua mão me guiará, tão ternamente me guiará.
O que eu fizer, onde estiver, sei que comigo estará!
Com sua mão me guiará, tão ternamente me guiará.
Não falharei, pois eu bem sei, que onde estiver,
Ele perto está!

A tua bondade e graça, seguindo os meus dias irão
Morada encontrei junto ao meu Senhor, pra sempre louvores darei...
Me guiará, me guiará!!

Eu podia ouvi-lo: "Eu vou no caminho com você! Por onde você andar, Eu estarei contigo... Os caminhos que você trilhar, vai trilhar na minha companhia, porque eu vou te guiar, vou conduzir a sua vida!" Eu chorava enquanto cantava, enquanto ouvia o seu Espírito lançar fora todo o medo.

"No Amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo." I João 4:18
Ele é o perfeito Amor e sua voz me assegurava a sua presença em todos os meus caminhos.

Eu não tinha nem ideia do que estava por vir...
Não tinha noção que menos de 2 anos eu passaria pelo meu "vale da sombra da morte em grande estilo": sofreria um acidente que mudaria toda a minha vida, que ceifaria parte da minha família e me marcaria para sempre, inclusive com a ausência dos meus pais... mas que Ele estaria envolvido em cada pormenor dele...
Não tinha noção que logo em seguida engravidaria para perplexidade geral e que colocaria em risco minha vida de novo, mas que o Pai me guiaria em todos os detalhes... 
Não tinha menor ideia que logo depois, eu deixaria meus irmãos, minha parentela, meus amigos, minha vida pra trás mais uma vez... como foi difícil, mas Ele foi minha fiel companhia todos os dias...
Não imaginava que meu ministério se desenrolaria no meu 'testemunhar' minha dor, pra que outros fossem curados... mas Ele sempre me deixou participar da alegria de fazer diferença na vida de alguém...

13 anos se passaram... 11 anos eu estou de hora extra na terra contemplando a Bondade e a Presença do Senhor na minha vida!

Estou revivendo todas essas coisas porque está perto do meu aniversário e é uma data que tem o dom de especialmente mexer comigo, sinto saudade dos meus pais, sinto a ausência dos meus irmãos e de tantos amados que estão longe de mim,
mas preciso dizer também:

Sinto muita GRATIDÃO no meu coração, tenho afinal de contas uma história linda pra contar!
Tenho um marido e filhos que são os braços do Pai me abraçando e cuidando de mim,
Tenho a benção do Senhor sobre minha vida apesar de mim: Lembra do meu medo de traí-lo, de esquecê-lo, de negá-lo? Em momentos da minha história eu fui ingrata, eu O traí, eu esqueci o que Ele fez por mim, eu O abandonei... mas ainda assim, Ele permaneceu comigo, porque a palavra diz que "se somos infiéis, o Senhor permanece fiel!"

Meu Pai a cada dia, tem cumprido a promessa que me fez naquela manhã de sábado e hoje meu coração se dilata de Alegria, Amor e Gratidão a Ele.

"Meu Pai,
Olho pra minha vida e te enxergo sentado a mesa comigo durante as refeições
Olho para minhas noites e te vejo velando o meu sono, dando-me enquanto eu dormia...
Olho as fotos e vejo teu rosto posando pra foto também...
Olho para as lágrimas mais profundas e vejo tua mão me consolando e sua voz dizendo: "Não chora!"
Olho para os momentos mais incertos e vejo o Senhor cuidando de tudo, muitas vezes de forma silenciosa...
Olho para minhas maiores alegrias e vejo seu sorriso estendendo-me a mão e me presenteando!

É por isso Pai que não temo mais passar pelo vale, porque tua vara e teu cajado me consolam...
Aprendi que eu só preciso da Tua Companhia e que Tua Graça me basta!
Aprendi que tudo que tenho foi o Senhor que me deu
E minha alma finalmente se convenceu que ganhando ou perdendo: EU SOU TUA
Chorando ou sorrindo: EU SOU TUA
Vivendo ou morrendo: EU SOU TUA!

"EU SOU DO MEU AMADO E O MEU AMADO É MEU!" Cantares 6:3