1

Estranha ambição... ser caneca em Tuas mãos!



As vezes quando sento de frente pra esse computador e penso em você e oro por você e pergunto a Deus o que escrever... as vezes tenho vontade de ser minuciosa em relação a fatos e acontecimentos e as vezes tenho vontade de passar por cima de anos e chegar logo no ápice de tudo como se não houvesse mais tempo pra nós... nem pra mim, nem pra você... parece loucura e tem um pouco dela certamente, mas é fato também!

Nesse último ano, Deus tem mexido com minhas estruturas, abalado minha vida por dentro de tal forma que só Ele sabe e quem olha de fora talvez nem sinta sinal de um vento sequer... mas verdade seja dita, tudo isso é fruto daquilo que o Pai tem me feito enxergar e experimentar esses poucos anos condensados!

Como eu disse na última postagem, servir ao Senhor é ser servido, investir em vidas é ver Deus investindo em você... e hoje eu olho pra trás com outros olhos, vejo a honra que me foi dada.

Vejo a história da moça que eu nem tive a chance de conhecer, mas que conhecerei no céu... que estava internada em estado terminal e alguém lhe emprestou o cd do meu testemunho e ela pedia pra ouvir todos os dias até o seu último dia (aqui na terra) ... e ouço o Pai me perguntar:
"Que preço isso tem pra você?"

Vejo ainda o rosto daquele pai de família, cujo nome não me lembro, que estava no cursílio masculino e depois que testemunhei, veio encabulado falar comigo e profundamente emotivo ele me disse:
"Minha irmã, eu tive bons pais, não tenho nada pra falar deles, não posso desaboná-los... foram ótimos pra mim. Mas verdade é, que fui criado sem contato físico, sem abraço, sem carinho, sem aconchego e por ser assim comigo; fiz minha família e assim tenho educado meus filhos também.
Eles já são adolescentes e não são abraçados por mim... vão e voltam da escola... lágrimas desciam... quero te dizer que isso vai mudar na minha casa a partir de hoje! Quando eu voltar pra casa, vou abraçar meus filhos, minha esposa e vai ser assim daqui pra frente... queria que você soubesse disso...
e eu ouço o Pai me perguntar enquanto meu coração explode:
"Que preço isso tem pra você?"

Tenho ainda no coração os detalhes da experiência que tivemos no carro com um rapaz chamado Brasiliano que precisou voltar do Cursílio Masculino antes, porque sua avó tinha falecido e como o cursílio acontece num lugar distante, a equipe que nos levava pra casa, o levaria também. Brasiliano estava carregado de tudo o que não presta, resistente a Deus, fugindo daquilo para o qual o Pai tinha lhe criado, vivendo de migalhas e sofrendo na sua vida, casamento destruído, emocional em frangalhos, ele mesmo se achava escória do mundo, indigno... ali no carro, Deus foi nos direcionando, eu e Rosinha, que também dá testemunho nos cursílios da Nazareno, fomos ministrando sobre a vida dele, o amor do Pai que aceita o filho em qualquer condição e o ama incondicionalmente... e Brasiliano resistia, mas o Senhor queimava nosso coração com amor por ele e a luta espiritual era mais real do que a expressão carregada dos seus olhos. Enquanto os dois na frente oravam, minhas mãos seguravam firme as dele e olhando nos olhos do Brasiliano eu perguntei: "Brasiliano, você quer aceitar o amor de Jesus por você e se render a Ele?"
Brasiliano lutava contra si mesmo e suas cadeias e se livrando delas deu um grito dentro do carro:
"Quero! eu quero Jesus!"

Ali, diante de mim eu assisti um milagre... enquanto Brasiliano confessava seus pecados e todo mundo chorava, ria e se alegrava, seus olhos foram transformados! Todo peso, toda opressão, todo olhar duro, carregado, fora substituído, simplesmente, inacreditavelmente por um olhar dócil, livre, cheio de vida, esperança e brilho! Brasiliano queria descer do carro e sair correndo...
e ele dizia sozinho: "Caramba, eu aceitei a Jesus cara! eu aceitei a Jesus! Minha vida vai mudar!!!" Assim que ele se recuperou um pouquinho do 'êxtase', ligou pra esposa, de quem estava separado e disse que iria passar lá naquele dia ainda pra falar com ela... ficaram juntos de novo!
Deitar e dormir naquela noite foi uma tarefa demasiadamente difícil diante da minha alegria, euforia e diante do Senhor:
"Que preço isso tem pra você minha filha?"

Que preço tem ser coisa nenhuma nas mãos do que tudo é?

Isso me reporta a uma cena...

Não sei você, mas eu amo água de filtro de barro... me traz a memória minha infância em Alta Floresta. Geralmente ao lado do filtro ficava uma caneca de alumínio... bem característica desse cenário não é? Sim porque filtro de barro e caneca de alumínio são uma combinação perfeita como queijo e goiabada. A caneca geralmente por ser frágil seu alumínio e por cair no chão vez por outra, fica toda amassada, mais cedo ou mais tarde... ou não? Todas as que eu vi em outras casas, a história é a mesma... mas o bom mesmo é a água geladinha, não a aparência da caneca!
Fico brava quando vou na casa de alguém e pego a caneca tão "amaciada" e alguém corre e morrendo de vergonha troca por um copo de vidro "chique" do fundo do armário! Não quero o copo de vidro bonito e guardado, quero a caneca cheia de marcas, que deixa a água mais gostosa e que não se recusa a servir ninguém!

Fico pensando que é assim na nossa realidade também!
Ele é Água Viva, pura, cristalina, que traz vida, cura, que sacia os sedentos e a Glória é somente Dele e de mais ninguém!
Nós somos como canecas, frágeis... facilmente substituíveis sim, mas a quem Ele graciosamente quis fazer a "combinação de queijo e goiabada" pra servir a sua tão Preciosa Água, fonte de Vida!
Sim somos como a caneca, de aparência duvidosa, nada muito animador aos olhos Dele... caímos um monte de vezes no posto de "serventes", mas engraçado, de repente, contrariando regras, a gente vai tomando uma forma feia e ao mesmo tempo bonita... parecendo menos intactos, mas ficando mais útil, mais a cara do dono se é que você me entende. Porque quanto menos do formato original, mais usado se foi.... e é esse o propósito!

Isso me faz lembrar o que meu amado professor de Teologia Sistemática, Carlos Osvaldo dizia: "Água é Água! Mata sede servida num copo de cristal ou num penico!" Verdade! Olho pra dentro de mim e sem buscar muito lá dentro, já sei que copo de cristal está fora de cogitação... penico não me tornei apenas pela Graça!

E entre um extremo e outro... consciente de minhas incapacidades e do Rio de Vida que é meu Jesus, oro apenas:

"...me deixa ser caneca...
caneca de alumínio...
areada por tuas mãos...
a tua disposição, bem ali do ladinho
pra te apropriares quando quiseres
que os outros cheguem com sede e vejam ali a caneca limpinha
pronta pra ser usada e bebam da Tua água e matem a sede da alma
que o tempo passe e as marcas fiquem
marcas que tenham histórias pra contar
histórias silenciosas
de uma caneca amassada por mãos
caída muitas vezes no chão
mas que ainda assim foi usada mais uma vez
e outra, e outra, e outra...

me deixa ser caneca
que se refresca enquanto se enche da Água
eu não quero ser copo de vidro
intocável, no fundo do armário...
quero ser caneca!
Estranha essa minha ambição
mas pode sondar, e vais ver
que meu coração, só anseia
ser caneca em tuas mãos!"

Que preço tem meu querido ser caneca nas mãos dEle?

"Porém em nada considero a vida preciosa para mim mesmo, contanto que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus para testemunhar o evangelho da GRAÇA de Deus!" Atos 20:24

Como não podia deixar de ser... queria compartilhar com você uma música que tem me custado algumas lágrimas:

http://www.youtube.com/watch?v=115ruaYLreY


1 comentários:

Rose

Você é a caneca mais amassadinha e muito amada pela qual eu sempre "sacio um pouco da minha sede". Amo vc. rrss

Postar um comentário