0

Não é só viver... é também semear



Foi delicioso receber mais um bebê em casa e preencher o ninho...
Foi maravilhoso amamentar de novo, ver o cuidado da irmãzinha mais velha,
sentir o cheiro de 'tempo novo' no ar...

Tempo novo para os nossos corações,
No reino espiritual coisas se processavam... sempre se processam...
Não era notório, muito menos evidente,
Mas todas as vezes que eu consultava meu coração, ou melhor, quem mora dentro dele, eu podia ter certeza de que não seria sempre assim... que a chuva passaria e que o sol brilharia novamente.

Mais inquietante do que a nossa ainda delicada condição financeira, era a ânsia por propósito. Eu estava curtindo muito essa fase totalmente 'família' da minha vida, mas nunca consegui me livrar da pergunta: "Senhor o que farei da minha vida? Que marcas vou deixar impressas no coração daqueles que amo? Qual o sentido?" Nós morávamos no oitavo andar e eu me pegava muitas vezes na janela do apartamento questionando a mim mesma, minhas motivações, falando em silêncio profundo com Aba.

Viver por viver? Não, não podia ser só isso...
Esperar as festinhas dos amigos pra ter bons momentos? Medíocre demais...
Aguardar que alguém te faça feliz? Mas quem é que pode me saciar por completo? Eu também sou incapaz de fazê-lo...
Fazer da religião meu porto seguro? A religião sem a presença de Jesus é só mais uma prisão, seja ela qual for, até mesmo aquelas que falam o nome dele...
Depositar nessa vida as minhas expectativas? Essa vida é tão efêmera...

Senhor eu não quero ter meus pés enraizados no aqui e agora,
não quero formar meus alicerces neste solo passageiro e desesperadamente arenoso...
não quero me alimentar das aprovações dos outros, viver pra conquistar o que vai apodrecer com o meu corpo quando eu morrer...

Liberta minha mente de mim mesmo
Me deixa ser livre em ti
Livre pra correr só na tua direção
Livre pra colocar meus olhos só em Jesus
Livre pra me desapagar do mundo
Livre pra subir em teu colo como a criança desmadada que se aquieta nos braços de sua mãe...
Livre pra fazer pique-nique com o Altíssimo em dias de chuva e nebulosa tempestade...
Livre pra dançar contigo pelas notas musicais da vida, mesmo quando a letra da música não for a que eu escreveria...
Livre pra amar pessoas... quaisquer pessoas...
Livre Senhor pra não diminuir se eu não puder somar...
Livre pra me importar o bastante sem querer aplausos em troca...
Livre para apenas semear...

Sim, como o Semeador

"Eis que o semeador saiu a semear E, ao semear, uma parte caiu à beira do caminho e, vindo as aves a comeram. Outra parte caiu em solo rochoso onde a terra era pouca, e logo nasceu, visto não ser profunda a terra. Saindo porém o sol a queimou; e porque não tinha raiz, secou-se. Outra caiu entre os espinhos, e os espinhos cresceram e a sufocaram. Outra, enfim, caiu em boa terra, e deu frutos: a cem, a sessenta e a trinta por um."
Mateus 13: 3-8


Sempre ouço esse texto falando da semente. Tal qual a semente, alguns de nós ouvem sobre Jesus e ignoram, outros ouvem, ficam felizes por enfim conhecerem a verdade, mas os prazeres desta vida arrebatam o seu coração; outros ouvem, recebem mas não suportam as asperezas e lutas e desistem; outros ouvem, recebem e vivem para o propósito para o qual foram criados.

Mas nunca ouço sobre o semeador...

O semeador simplesmente sai a semear...
sai sozinho...
ele e as sementes que tem... você só pode semear o que tem dentro de si
e ele sai pelo caminho...
não semeia só em terra fértil...
ele simplesmente semeia...
semeia por onde anda...
semeia até entre espinhos... na esperança que alguma sementinha sobreviva...
semeia com liberdade...
semeia e segue...
semeia sem esperar frutos imediatos...
semeia sem reconhecimento...
talvez ele jamais veja algum fruto, mas eles estarão lá um dia, mesmo que ele não esteja...
nos terrenos inférteis, provavelmente nenhum fruto haverá... mas o semeador semeou...
o semeador vai andando e semeando...
sem olhar pra trás,
sem retroceder no caminho...
na companhia de ninguém...
ele simplesmente semeia!

Jesus, tu foste o Semeador
ensina-nos a sermos também!
Semeadores livres no caminho,
que não esperam aplausos,
que não esperam companhia (semeadores são solitários)
que não esperam resultados imediatos
que semeiam em vidas, sejam elas solos áridos, espinhosos ou férteis...
semeadores com grato coração
semeadores que enquanto semeiam tem os olhos no céu
semeadores que sintam tua brisa
semeadores que descansem a tua sombra
semeadores que enquanto semeiam bebam da tua fonte
semeadores que sabem bem que...
... "os que com lágrimas semeiam, com júbilo ceifarão!"
semeadores que sabem que...
"quem sai andando e chorando enquanto semeia, voltará com Júbilo trazendo os seus feixes." (Salmos 126: 5-6)

Torna Paizinho isso real em nossas vidas, apesar de nós mesmos Senhor...
Por tua graça e amor... faz-nos semeadores... semeadores da Tua vida, do Teu amor, do Tua salvação em Jesus... teus semeadores Aba... em nome de Jesus, amém.

... Não estou mais naquela janela,
mas continuo suplicando assim... por mim e agora também por você meu querido amigo semeador... quem sabe a gente se encontra um dia nos caminhos desta vida... se não, nos encontraremos no Grande Celeiro!










0 comentários:

Postar um comentário