6

Tu me cercas por onde quer que eu vá...


Quando o Rodney chegou, havia em nós dois motivos de sobra de celebração e gratidão ao Senhor. Eu me lembro de ter dito: "Aqui posso ficar mais três meses..." Se lembra que o médico tinha dito que seria pelo menos três meses de hospital?

Não me lembro exatamente como foi o dia seguinte, mas agora as pessoas podiam vir me visitar.

E muita gente começou a vir...

Gente de longe,

gente de perto,

gente que há anos eu não via,

muita gente mesmo!


Eu nem podia imaginar que fosse receber tantas visitas assim e foi maravilhoso pra mim agora poder ver cada rosto e ouvir o que cada um tinha pra me dizer... eram sempre palavras profundas que aqueciam o meu coração! Foi muito marcante pra mim rever meus irmãos. Numa noite, o quarto cheio de gente, o Paulinho entra e fala comigo cheio de carinho... atrás dele, entra o Marcos, meu irmão mais velho. Olho pra ele e o vejo todo contido... eu já sabia que os dois estavam muito mexidos, (sentíamos a mesma dor ter perdido os pais e sem necessidade de nenhuma palavra, estávamos solidários um com o outro). O Marcos tenta se conter, mas não consegue... e cai num pranto que eu nunca mais pude esquecer. Em pé ao lado da minha cama, não via meu irmão mais velho que eu dez anos, via um menininho assustado e muito triste, soluçando incontrolavelmente... o Paulinho se aproxima e tenta consolar como pode: "Ela está bem Marcos!" Alguns amigos se aproximam, abraçam, e aos poucos ele foi se acalmando... mas no meu coração, mesmo diante da dor, eu estava feliz por estarmos todos juntos de novo, mesmo nessa condição, mesmo num quarto de hospital...


E assim os dias passavam agora mais rápido, o quarto nunca ficava vazio, sempre tinha muita gente, as vezes até quinze pessoas de uma só vez. Além do mais, o quadro estava cada vez mais estável. O Senhor tratava e curava o meu corpo, mas fazia o mesmo com o meu espírito. Tudo era paulatinamente, muito sutil e em silêncio sempre, como julgo eu, é a forma predileta que o Pai tem de trabalhar! Cada dia era um progresso e eu também me lembro com exatidão o dia que Dr. Fernando disse que eu podia começar a comer um pouquinho! Que alegria! A gente perde muito facilmente a noção das coisas sabia? Nunca mais eu desprezei a honra de sentar a mesa e comer um pão com manteiga e uma xícara de café com leite... nunca mais.


Eu tive um desejo desatino por pêssego. Nem sei porque, eu nem gosto tanto de pêssego assim, mas eu queria porque queria, e disse até de qual mercado eu queria... rsrsrs! O Rodney (que marido), foi até lá buscar o pêssego dos meus desejos e trouxe a embalagem do supermercado pra eu não duvidar que ele tinha feito tudo à risca! Mal consegui comer um pedacinho, me senti mal, mas valeu a intenção, tudo era motivo de celebrar a vida, até um pêssego indigesto!

Papai do céu me cercava de todos os lados, pessoas cheias de compaixão, visitas deliciosas, conversas preciosas, parentes, tios, primos, amigos...


Ora um amigo saía do trabalho e ia pra lá quase todas as noites pra ler pra mim, ele ficava na cabeceira da cama, lendo Max Lucado e eu sendo afagada pelo Altíssimo! Ora, outros amigos de longe, viajavam horas, me visitavam e pegavam estrada de novo... ora, uma irmazinha querida da igreja fazia uma "via sacra" todos os dias pra estar lá, mas ela chegava e trazia sempre muita alegria e disposição pra qualquer coisa que precisasse dela... ora uma cunhada... um dia, chega com um monte de guloseimas, e quando eu questionei onde ela ia com aquele monte de coisas deliciosas, ela simplesmente responde cheia de ternura: "eu trouxe umas coisinhas para os seus convidados!", ora minhas primas entram rindo no quarto, contando que, quando foram pegar os crachás na recepção pra subir pro quarto, o recepcionista se antecipou e disse: "eu já sei, vocês vieram visitar a Márcia!" ...Era assim, o Altíssimo me fazia carinho na alma, usando pessoas pequenas e comuns, mas com um coração disponível e sensível à voz Dele. Cada uma dessas pessoas, na sua maneira única de ser, traziam refrigério a minha alma, muito mais do que podiam supor! Não posso nomear ninguém aqui, porque realmente muita gente mesmo andou a segunda, terceira, quarta milha por mim... só o Senhor pode recompensá-los e eu sei que Ele mesmo faz questão de fazê-lo!


O que eu desejo com tudo isso, não é demonstrar o quanto me sinto querida, especial, longe de mim e o Senhor o sabe, quero apenas com humildade, porém com ousadia, centralizar os seus olhos no CUIDADO DO PAI! Em todos esses atos que me marcaram profundamente, havia o cuidado atento e a presença sublime do Pai naquele quarto... passei a percebê-lo... Enquanto escrevo, um versículo lateja dentro de mim, e embora eu tivesse planos de falar sobre um episódio específico, vou deter-me aqui...

"TU ME CERCAS POR TRÁS E POR DIANTE, E SOBRE MIM, PÕES A TUA MÃO!" (Salmos 139:5)


Você pode imaginar essa cena? Pode imaginar o criador dos céus e da terra, o Deus de todo o universo, aquele que fez as estrelas, aquele que a Bíblia diz em Naum 1:3, que "as nuvens são o pó dos seus pés"... pode imaginá-lo te cercando como a mãe que deixa o filho que aprendeu a andar livre apenas alguns metros sob os seus olhos?!? Pode imaginá-lo te envolvendo? Pode percebê-lo com os olhos fitos em você, como o noivo, quando as portas da igreja se abrem? Não, não é exagero meu não, olhe o que o texto continua dizendo:


"... PARA ONDE ME AUSENTAREI DO TEU ESPÍRITO? PARA ONDE FUGIREI DA TUA FACE? SE SUBO AOS CÉUS, LÁ ESTÁS; SE FAÇO MINHA CAMA NO MAIS PROFUNDO ABISMO, LÁ ESTÁS TAMBÉM;

SE TOMO AS ASAS DA ALVORADA E ME DETENHO NOS CONFINS DOS MARES: AINDA LÁ ME HAVERÁ DE GUIAR A TUA MÃO E A TUA DESTRA ME SUSTERÁ!!!

SE EU DIGO: AS TREVAS, COM EFEITO, ME ENCOBRIRÃO, E A LUZ AO REDOR DE MIM SE FARÁ NOITE, ATÉ AS PRÓPRIAS TREVAS NÃO TE SÃO ESCURAS: AS TREVAS E A LUZ SÃO A MESMA COISA. POIS TU FORMASTE O MEU INTERIOR, TU ME TECESTE NO SEIO DE MINHA MÃE...GRAÇAS TE DOU VISTO QUE POR MODO ASSOMBROSAMENTE MARAVILHOSO ME FORMASTE... " (Salmo 139: 7- 14)


Percebe? Percebe o olhar grotescamente comparado ao olhar envaidecido de uma mãe para o seu filhote? Percebe um pai cercando o seu pequeno por onde quer que Ele vá? Consegue ler as entrelinhas de um Deus que não nos criou em "massa", e gritou lá do céu: "Lá vai uma fornada!" Antes, nos amou, formou de forma particular e individual? Veja:

"OS MEUS OSSOS NÃO TE FORAM ENCOBERTOS, QUANDO NO OCULTO FUI FORMADO, E ENTRETECIDO COMO NAS PROFUNDEZAS DA TERRA!" (Salmo 139: 16)

Não é utopia, é real! Porque Ele te ama assim?
Porque Ele é amor! Porque Ele escolheu te amar!
E não há nada que você possa fazer a despeito desse amor "desenfreado" de Deus por você!
Isso nunca significou que você não vá chorar, não vá sofrer e nem vá perder... tudo isso faz parte do teu crescer e ser melhor...
Mas uma coisa eu posso te garantir com cicatrizes próprias:

Passe você o que passar,


sofra o que sofrer,

perca o que perder,


chore o que chorar,


deixe o que deixar,


sempre,

SEMPRE...


por onde seus pés pisarem,

ELE TE CERCARÁ POR TRÁS E POR DIANTE, APAIXONADAMENTE, E SOBRE VOCÊ COLOCARÁ A SUA MÃO DE AMOR!

Fico por aqui, sem palavras diante dEle,
repetindo o que disse Davi quando se deu conta desse amor:

"... AS TUAS OBRAS ABBA, SÃO ADMIRÁVEIS, E A MINHA ALMA... AH! A MINHA ALMA O SABE MUITO BEM!" (Salmo 139: 14)





6 comentários:

Rose

todos foram... e eu não estive, lá...me senti muito triste ao ler a sua postagem de hoje...
snif, snif, snif...
depois que passar a minha vergonha eu posto outro comentário!Vou ter que reler pq hoje eu não consegui prestar atenção em mais nada, só no fato de que todos foram...e eu não estive lá, snif, snif, snif...

Wania & Mark Honman

Olá, Márcia. Sou irma da Wânia e gostaria de lhe dizer o quanto as suas mensagens tem alimentado a minha alma. Que Deus a abençoe e que através de sua vida muitas pessoas, assim como eu, possam ser nutridas espiritualmente.
Viviane


PS: Marcia, a Viviane minha irma me mando o comentario acima pra que eu postasse pra voce - ela nao soube far a postagem :) beijos love you!

ENEILE

Nossa Márcia, e muito bom entender que o Amor de Cristo faz a diferença em nossas vidas e que este nobre sentimento também conquista o coração do homem mais natural possível. Porém, eu tenho pensamentos que as oportunidades só serão edificadas com ousadia se realmente cortarmos o cordão umbilical do individualismos.
Sua vida é referência para cada um de nós!!!Beijos no coração.
Eneile

ALCYONNE SANTANA

Não há uma só vez em que eu ouça ou leia o teu testemunho e não sinta profundamente a Presença do Senhor e toda a Sua Misericória!!! Tenho vontade de Chorar... Gritar... Louvar... Glorificar o Senhor pela oportunidade de conhecê-la. Você é uma das pessoas que mais me aproxima de Deus! Porque você "transborda" gratidão, verdade, solidariedade... VOCÊ É DE DEUS! DEeus te abençoe. Beijos!!!

Anônimo

Marcia querida,
não te conheço pessoalmente, mas somos irmãs em Cristo e estou passando por uma angústia muito grande e o seu testemunho, a expressão do amor de Deus através da sua vida tem sido um estímulo pra mim neste momento.
Que Deus a abençoe hoje e sempre
Lenir

Márcia Slemer

Lenir minha irmã,
Minha oração é que as misericórdias do Senhor alcancem vc e que Ele te abrace e te fortaleça, para resistir e prosseguir sem duvidar do amor do Pai, que é o único capaz de converter nossas dores em alegrias, nossas lágrimas em gozo e nossas angústias em crescimento! Jesus te abençoe poderosamente!!!

Postar um comentário